Pronto para galar as galinhas, ainda é bastante comum na nossa região ouvir logo cedo o cantar madrugador dos galos. Vendo a disputa de território como algo normal, é comum para os animais – e alguns humanos 😡 – que o macho tente de alguma forma dominar não apenas o local onde vive, mas também as fêmeas ali presentes.

No caso do galo, ele quer tudo mesmo, as galinhas, o galinheiro, alguém que lhe sirva tereré… e a natureza lhe deu recursos para isso: ele infla o peito antes de atacar, cisca nervosamente, tem penas coloridas e diferenciadas, uma crista, e, é claro, canta. – Achei que lembra alguns artistas mesmo… enfim… a potência do seu gogó é exatamente para avisar a turma de que ele continua vivo e no comando, mostrando aos rivais quem é que manda ali, razão por que é muito difícil encontrar um galinheiro com mais de um galo – a menos que haja muitas galinhas –, pois só um sobreviveria a disputa pela liderança.

| Animais Silvestres, Sem classificação

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: