Não sei você, mas a expressão carambola combina com o sabor da fruta de mesmo nome, pois causa espanto e admiração, como o significado da palavra. Tum dutsss

Trocadilhos sem graça à parte, vamos falar sobre essa fruta em formato de estrela?

Star fruit!

Não é de se estranhar o nome que a carambola leva em inglês, pois se parece de fato com uma estrela, isso por causa do formato do ovário e de como seria a organização dos óvulos em cada uma das cinco câmeras ou lóbulos onde ficam abrigados.

Bela e com uma grande potência nutricional, a fruta tem vitaminas A, C e do complexo B, minerais essenciais como magnésio, cobre, zinco, cálcio, ferro e fósforo. Por isso, a lista de benefícios que ela faz à saúde é imensa… Ela fortalece o sistema imunológico, protege o coração, previne o câncer, faz bem para o cabelo, melhora a digestão, ajuda na perda de peso, combate micróbios, previne a anemia… e assim por diante.

Ufa! Fica até difícil acreditar que a fruta com seu formato estelar seja capaz de representar algum perigo, não é mesmo?


Carambola pode ser perigosa para algumas pessoas

Mesmo com todos esses benefícios, alguns estudos atualmente têm mostrado que a fruta também pode ser tóxica à saúde por conter ácido oxálico em sua composição. Esse composto químico é considerado o causador principal de pedras nos rins e a sua presença no corpo neutraliza a ação de importantes nutrientes para a saúde.

Em doses pequenas, que é o que acontece na maioria dos casos, o ácido oxálico não deve fazer nenhum mal à saúde, mas em pessoas com doenças renais, essa substância é considerada altamente prejudicial.

De forma resumida, fica o alerta para o consumo da carambola a pacientes com cálculos renais e também a pessoas com diabetes, pois têm tendência a desenvolver problemas nos rins.

Quem não tiver qualquer problema relacionado aos rins pode consumir a fruta tranquilamente, sem riscos à saúde, desde que de forma moderada.


Afinal, como tudo vida, o excesso nunca faz bem.

| Oriente-se, Sem classificação

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: