Uma nova descoberta acaba de ser adicionada ao Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil. Localizado no Vale do Ribeira, sul do estado de São Paulo, e conhecido por manter raras espécies, o local já tem 182 espécies de animais registradas e agora inclui a primeira borboleta Godartiana byses em seu catálogo.

Bora conhecê-la? Borboletas indicam boa qualidade da vegetação e conservação 

Outros animais diferenciados, como o cachorro-vinagre a anta albina, já foram fotografados no local e, apesar do estado de São Paulo ter sido amplamente pesquisado em busca de borboletas, há muito tempo não se tem uma descoberta como essa. No caso desta espécie, seu registro aconteceu na Trilha do Cambuci, na Reserva, pela bióloga Laura Braga.

Conforme a pesquisadora,  a pequena borboleta é endêmica da Mata Atlântica, ou seja, só existe lá, e já havia sido avistada em outros estados, mas não em São Paulo, sendo esse seu primeiro registro desde 1968.

Pertencente à família Nymphalidae, grupo de borboletas frugívoras, ela se alimenta de frutas fermentadas, que podem atuar como indicadoras de diversidade, o que está relacionado positivamente à riqueza de espécies arbóreas.

Ressaltando, então, a importância biológica do Legado das Águas para a conservação da biodiversidade.
Uma nota científica nominada “Distribution extension of Godartiana byses (nymphalidae: satyrinae) and first record for the state of São Paulo, Brazil” será publicada na revista Journal of the Lepidopterists’ Society para divulgar a descoberta.

Mata Atlântica de SP 

A Mata Atlântica paulista é tão importante que 25 áreas são protegidas e consideradas patrimônio natural da humanidade pela Unesco, tendo uma biodiversidade privilegiada, apresentando importantes contribuições para o estudo e conservação de espécies com perigo de estinção.
Além de ampliar o nosso conhecimento científico, certo?

Continue vendo...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *