Rio Verde de Mato Grosso é destino para ecoturismo

Rio Verde de Mato Grosso, em MS, é um excelente destino de ecoturismo e uma ótima opção para aproveitar os dias quentes de Mato Grosso do Sul.

A 194 km de Campo Grande, Rio Verde de Mato Grosso está situada a 49 km de Coxim, a maior cidade nos arredores.

No início do século 20, Rio Verde de Mato Grosso nasceu a partir do garimpo, o que atraiu muita gente para a região.

Tornou-se município em 16 de dezembro de 1953 e trocou o ouro pelas atrações turísticas, em dois terços de zona serrana e um terço do baixo Pantanal.

Mirante Rio Verde de Mato Grosso - MS
Por EngmguerraObra do próprio, CC BY-SA 4.0, Hiperligação

Com uma das mais relevantes áreas turísticas de Mato Grosso do Sul, Rio Verde de Mato Grosso agrega locais naturais, como a Cachoeira das Sete Quedas, e diversos passeios e atrativos turísticos.

Atualmente, Rio Verde de Mato Grosso é ideal para quem busca turismo rural e turismo de aventura, com passeios em ambiente natural, trilhas em meio a flora a fauna, sítio arqueológico, mirantes, rapel e cavalgada.

Além da natureza, a hospitalidade de Rio Verde de Mato Grosso é marcante

Com um ar interiorano, quem visita Rio Verde de Mato Grosso é acolhido pelos rio-verdenses, que apresentam os encantos dessa terra repleta de cenários deslumbrantes.

Cenário Rio Verde de Mato Grosso
By paulisson miura from Cuiabá, Brasil – Na estrada (BR-163, Rio Verde de Mt, MS, Brasil) #OnTheSideOfTheRoad, CC BY 2.0, Link

Além do contato com a natureza, as fazendas oferecem as delícias culinárias da região, como bolos, queijos, sucos e quitutes feitos com ingredientes locais, como os doces caseiros, feitos de frutas da época.

Exemplo forte da gastronomia regional, a Cabeça de Boi Assada é um apresentada desde cedo às crianças, na escola, para perpetuar a memória da comunidade.

O município ainda é considerado um dos maiores polos cerâmicos do Centro-Oeste, com, pelo menos, seis fábricas.

Essas fábricas produzem artesanatos, objetos de decoração e até pisos e revestimentos cerâmicos.

Um forte item do artesanato em Rio Verde de Mato Grosso é o crochê de barbante, que resulta em tapetes, jogos de banheiros, trilhos de mesas e tantas outras peças.

Outro destaque de Rio Verde de Mato Grosso é para a fábrica de chapéus que tem como matéria-prima a palmeira Carandá, pois é a única da região brasileira, que exporta para outros estados, como Goiás, Minas Gerais e Roraima.

Com tantos sabores, histórias, costumes e, claro, natureza, o encantamento de Rio Verde de Mato Grosso nos deixa fascinados e loucos para dar um mergulho por lá!

Bora? Saiba mais sobre os passeios, rede hoteleira e outras informações na Secretaria Municipal de Turismo de Rio Verde, por meio do telefone 67-3292-1837.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *