Tamanduá-bandeira: mamífero ameaçado no Pantanal

Parente do tatu, o Tamanduá-Bandeira (Myrmecophaga tridactyla) é um mamífero (Mammalia) nativo da América e que pode ser encontrado com frequência no Pantanal.

Ou quase. Pois atualmente, o tamanduá-bandeira está na lista de animais ameaçados de extinção por aqui.

tamanduá-bandeira
By Mateus Hidalgo – photo taken by Mateus Hidalgo, CC BY-SA 2.5 br, Link

Por isso, vamos conhecer um pouco mais nosso amiguinho e despertar a consciência para a sua importância.

Habitat! Onde vivem e o que comem os tamanduás-bandeiras?

Em alguns lugares, o tamanduá-bandeira pode receber nomes como amanduá-açu, tamanduá-cavalo, papa-formigas-gigante, urso-formigueiro-gigante, iurumi, jurumim.

Mas popularizou-se como tamanduá-bandeira em razão da sua cauda, em forma de bandeira.

Vivendo em campos, áreas abertas e florestas tropicais,  o encontramos em todos os biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica, Pampa, Pantanal e Cerrado.

O Cerrado é hoje o bioma que abriga a maior parte das populações de tamanduá-bandeira.

E, mesmo que o tamanduá consiga viver em diferentes tipos de habitats, o desmatamento é uma forte razão para a diminuição da sua população.

Essa redução é um problema, tendo em vista a importante função ecológica do tamanduá-bandeira, que se alimenta de insetos, como formiga e cupim, espalhando nas terras resíduos e nutrientes, e adubando-as.

tamanduá-bandeira
By Marcelocalazansbrasil74derivative work: WolfmanSF (talk) – File:Tamanduá-bandeira com filhote em pastagem.jpg, CC BY-SA 4.0, Link

Por falar no que o ele come, sua dieta é basicamente feita de formigas e cupins, o que esclarece seu nome científico “myrmecophaga”, que quer dizer “comedor de formigas”.

O tamanduá-bandeira não tem dentes e sua boca é pequena, mas, para ajudar na caça ao alimento, o tamanduá-bandeira tem uma língua bastante longa, capaz de atingir até 60 cm fora da boca, adaptada para ir até o fundo do formigueiro, onde ele usa a saliva para capturar os insetos.

Ainda que a visão do tamanduá-bandeira não seja muito apurada, o seu olfato compensa.

Características fazem tamanduá-bandeira parecer uma presa fácil

Mas não é!

O tamanho do tamanduá pode chegar a 2 metros e alcançar 45 kg.

Com cauda longa e peluda, ele a usa para se aquecer quando necessário.
O tamanduá-bandeira é lento e quase cego, mas, ao perceber uma ameaça, ele se apoia nas patas traseiras, abre os braços e mostra suas garras, que são enormes, fortes e curvadas.

tamanduá-bandeira

Ao ser atacado, o ele dá o seu famoso abraço mortal, capaz de matar.

O tamanduá-bandeira é geralmente cinzento ou marrom, com uma faixa preta e branca que se estende diagonalmente pelo corpo todo.

Na natureza, o tamanduá-bandeira vive cerca de 25 anos.

Em época de reprodução, geralmente na primavera, eles formam casais temporários, quando a fêmea dá à luz apenas um filhote, que depois é carregado agarrado às costas da mãe.

Conforme a WWF-Brasil, as principais estratégias para a conservação do tamanduá envolvem estudos sobre as suas populações, a criação e manutenção adequada das unidades de conservação, a implantação de corredores ecológicos, a educação ambiental e a promoção de alternativas de desenvolvimento sustentável.

Nos estados do Espírito Santo e Santa Catarina, o tamanduá-bandeira já está completamente extinto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *