O que fazer no Pantanal durante a cheia

Não é à toa que o turismo no Pantanal atrai inúmeros visitantes do mundo todo, em busca do encontro com o meio ambiente, com a fauna e com a flora típicas da região.

Já sabemos que o bioma Pantanal é um reino secreto das águas e, por isso, escolher a melhor época para visitar o Pantanal não é muito fácil, pois sua beleza e atrativos duram o ano todo.

Por isso, a decisão depende do objetivo de cada turista, que vai determinar se tem interesse pela estação seca ou cheia.

By Matthew Beeman [CC0], from Wikimedia Commons

Neste período, em outubro, estamos saindo da estação seca para a época de enchentes.

De julho até agora, o terreno permanece seco, como consequência da ausência de chuva.

Com o nível dos rios mais baixos, os animais saem em busca de água e comida, pelas margens de estradas, levando visitantes ao delírio.

Bom período para observação desses animais e também da florada de ipês.

Os dias podem ser quentes e abafados, mas com noites mais frescas, batendo 21° C, aproximadamente.

A paisagem seca ganha nova vida com as águas

A partir de agora, de outubro a março, chove bastante no Pantanal.

A água transforma a paisagem pantaneira, deixando o cenário bem verde e as terras, com espelhos d’água, responsável pelo pôr do sol mais lindo do ano todo. (Não esqueça a câmera, claro).

É nessa época que os mamíferos saem dos campos alagados em busca de lugares mais altos e deixam as águas para cegonhas, patos, jacarés e peixes.

Excelente para passeios ao ar livre, de carro ou de barco.

Os passeios mais realizados em terras pantaneiras são:

Passeio de barco:

Navegar pelas águas dos rios pantaneiros é obrigação de quem visita a região.
Escolha entre as tradicionais chalanas e os barcos luxuosos ou a remo e conheça de perto as raízes da região.

By Wolves201Own work, CC BY-SA 4.0, Link

Com a grande biodiversidade de animais e paisagens para admirar, a experiência é de apreciação das mais variadas espécies em seu habitat natural.

Os passeios de barco são feitos durante todo o ano, mas, no período de cheia (de outubro a março), a navegação é mais produtiva.

De novembro a fevereiro ainda é possível observar o fenômeno da piracema.

Cavalgada:

Passear a cavalo é uma forma de admirar a natureza da região. A cavalgada é realizada por meio de trilhas que estão rodeadas de áreas verdes, sendo possível alcançar lugares impensáveis de carro ou a pé.

Focagem noturna:

Sempre entre as buscas de atrações turísticas no Pantanal, a focagem noturna pode ser feita de carro ou de barco.

Com os hábitos noturnos de muitos dos animais pantaneiros, essa é uma boa estratégia para ver de perto jacarés, lobos e até onças-pintadas.

Pesca

A fartura das águas pantaneiras é um grande atrativo aos amantes da pesca.

Porém, atividade só pode ser feita se tiver uma licença e uma carteira de pesca, que geralmente são providenciadas pelos barcos-hotéis que abrigam turistas e navegam pelas melhores pontes de pesca.

Além disso, a pescaria é permitida, por lei, somente de março a outubro e algumas espécies de peixes são proibidas.

A pesca é proibida entre os meses de novembro a março em razão da piracema, quando os peixes sobem os rios para a desova.

Passeio de canoa:

Na estação da cheia no Pantanal, o passeio de canoa se torna ainda mais bonito graças ao espelho formado pela água, que inunda a planície.

Observação de pássaros:

Contemplar as 600 espécies de pássaros da região, entre elas o tuiuiú, a ave-símbolo do Pantanal.
É uma das atividades mais atraentes e pode ser feita até enquanto realiza outros passeios, como de jipe ou em caminhadas.

By Andreas TrepteOwn work, CC BY-SA 4.0, Link

Os passeios que desbravam o Pantanal são uma verdadeira imersão na natureza.

Prontos para subir nesse barco?

Compartilhe

Ficamos felizes com seu comentário