A contaminação da água e de alimentos por agrotóxicos aumenta a cada dia, em Mato Grosso do Sul.

Agora, novos testes detectaram um coquetel que mistura diferentes agrotóxicos na água de 1 em cada 4 cidades do Brasil entre 2014 e 2017.

Durante esse período, as empresas de abastecimento de 1.396 municípios identificaram todos os 27 pesticidas que são obrigados por lei a testar.

Do total de 27 pesticidas encontrados na nossa água, 21 estão proibidos na União Europeia em razão dos riscos que oferecem à saúde e ao meio ambiente.

E desses mesmos pesticidas, 16 são classificados pela Anvisa como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas.

Agrotóxicos contaminam nossa água

Inclusive, sete pesticidas não são mais autorizados para uso – alguns foram banidos nos anos 1990 -, mas continuam sendo testados porque são extremamente persistentes.

Entre os locais com contaminação múltipla estão grandes capitais do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Manaus, Curitiba, Porto Alegre, Cuiabá, Florianópolis, Palmas e Campo Grande, aqui em MS.


Veja o nível de contaminação

Quais os impactos da água contaminada por agrotóxicos

Com a crescente descoberta de agrotóxicos (em 2014, 75% dos testes detectaram agrotóxicos, subindo para 84% em 2015 e foi para 88% em 2016, chegando a 92% em 2017), pode ficar difícil encontrar água limpa nas torneiras do país, dentro de alguns anos.

Esse cenário de contaminação da água nos gera alarde, pois a situação configura riscos e impactos à nossa saúde.

A ameaça é de que a combinação de substâncias aumente ou gere novos efeitos, em que serão desenvolvidas novas doenças em decorrência dessa múltipla contaminação, das quais nunca saberemos a origem.

Além de sérios problemas para nossa saúde, a água poluída com agrotóxicos também prejudica diretamente a fauna e a flora aquática, pois, se o veneno que chega nas águas for o herbicida, pode matar as plantas aquáticas e, se o rio for contaminado por um pesticida que mata animais, pode ocorrer a morte de algumas espécies.

Agrotóxicos contaminam a água

O que torna a questão mais absurda é que estamos invisíveis no monitoramento da água, pois dos 5.570 municípios brasileiros, 2.931 não realizaram testes na sua água entre 2014 e 2017, então não temos ações para controlar a situação.

A ganância do agronegócio de MS

Por impulsionar o setor industrial e de serviços, o agro é um elemento fundamental para a economia de Mato Grosso do Sul, mas é essa ganância é que cega.


Sabendo que o Brasil é um país sem conscientização dos problemas ambientais, faremos de conta que não está acontecendo nada e o abuso na utilização dos agrotóxicos continuará.

E, embora a disponibilidade de água no Brasil seja grande, é preciso garantir sua qualidade para as gerações futuras.

Bom mesmo seria se valorizássemos mais a vida, pois vamos cada vez pagar mais caro pelas irresponsabilidades ambientais.

| Mato Grosso do Sul, Oriente-se

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: