O uso da arborização urbana é uma estratégia a longo prazo para regular a temperatura, que não para de subir.

Com o título de ser uma das cidades mais arborizadas do Brasil, Campo Grande conta com a presença de árvores em todos os cantos.

Essas áreas verdes urbanas contribuem de modo significativo para a qualidade de vida e o equilíbrio ambiental local, garantindo qualidade de vida para nós, que estamos cercados por elas, e sendo uma importante aliada financeira.

Árvores reduzem a temperatura das cidades em até 8°C

O plantio e o cultivo de árvores em áreas urbanas são capazes de esfriar as temperaturas significativamente.

Durante as altas temperaturas, quanto mais árvores, mais podemos reduzir os gastos com energia, pois a temperatura das cidades pode reduzir em até 8ºC, diminuindo o consumo com aparelho de ar condicionado e chuveiro com água quente, por exemplo.

Consequentemente, diminuímos ainda o consumo de combustíveis fósseis poluidores.

Conforme estudos, a sombra das árvores pode reduzir de 20% a 30% o custo com ar condicionado.

Os benefícios trazidos pelas árvores são muitos e, além das vantagens para o bolso, os cientistas dizem que a Arborização urbana também colabora na estratégia de melhoria da saúde da população.


Arborização urbana

Cidades arborizadas podem ter casos menos frequentes de depressão, obesidade, doenças cardíacas e respiratórias, entre outros problemas de saúde.

Uma recente pesquisa constatou que adolescentes e idosos que moram próximo a áreas verdes estão 36% menos propensos a apresentar problemas de saúde mental.

Conforme os estudiosos, os benefícios para os dois públicos acontecem porque eles tendem a passar mais tempo dentro da vizinhança, o que favorece o contato com os espaços verdes.

A melhor sugestão para atingir a todos os públicos é o planejamento urbano em zonas residenciais tenha espaços verdes.

O ideal seria a população toda ter, ao menos, uma árvore em seu quintal ou jardim. E, além das árvores, a presença de gramados e arbustos também ajuda na redução da temperatura.

Ah e sabia que alguns estudos independentes também mostraram um aumento de 5% a 15% no valor da propriedade em ruas arborizadas? Pois é, as árvores aumentam os valores imobiliários comerciais e residenciais.

Arborização urbana, como cultivar árvores

Para cultivar árvores em áreas urbanas, é preciso acertar no plantio.

As espécies plantadas devem ser escolhidas pela sua eficácia na captura de poluição, normalmente as caracterizadas por folhas grandes, pois elas absorvem os gases poluentes.

A escolha das espécies também precisa levar em conta questões como padrões de vento e espaçamento entre as árvores.

Se a água é escassa, há a necessidade de considerar ainda as variedades tolerantes à seca e evitar as árvores que aumentam o pólen e as alergias, por exemplo.


A ONU Meio Ambiente ressalta que há espaço para o plantio de um trilhão de árvores a mais, além das 3 trilhões que já existem na Terra, e que plantar árvores nativas, apoiadas por comunidades locais, é um bom caminho a seguir para a restauração do ecossistema.

E, aí?! Bora plantar?! Compartilhe com todo mundo e vamos aumentar nossa casa verde.

|

Oriente-se

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário:
vera lucia de souza malagola
bem elucidativo