Pescaria no Pantanal

As delícias de pescar no Pantanal


Antes de tudo, a gente sabe que a linda paisagem está entre as delícias de pescar no Pantanal.

Além disso, a região conta com vários rios e tem cerca de 300 espécies de peixes.

Inclusive, a gente já falou um pouco de toda a diversidade encontrada ao pescar no Pantanal aqui.

Logo, essa já é uma experiência que os amantes da pescaria precisam viver.

Mas é preciso se planejar para aproveitar tudo isso.

Por isso, já comece pesquisando informações mais profundas, como as cidades ideais e equipamentos necessários.

Veja algumas dicas que antecipamos pra você!

Qual é a melhor época para a pescaria no Pantanal?

Quando a gente fala em pescar no Pantanal tem que estar atento ao clima.

Principalmente porque as temporadas de seca e cheia podem variar conforme o ano.

Porém, a época de chuva mais forte geralmente é entre dezembro e fevereiro.

A partir de fevereiro ou março começam os alagamentos na região.

Assim, abril é um mês de rios cheios.

Por outro lado, a pesca esportiva é permitida somente de março a outubro e tem que ter autorização fornecida pelo Imasul.

Nesse sentido, é bom por ser uma época em que poucos turistas vão pescar no Pantanal.

Já de junho a julho, o rio Paraguai fica mais baixo, facilitando a pesca de fundo.

Ou seja, bom para pescar jaú, por exemplo.

Iscas para pegar os peixes do Pantanal

Com certeza, no seu planejamento para uma viagem de pescaria no Pantanal tem os acessórios adequados para esse passeio.

Inclusive, a isca para pegar os peixes do Pantanal.

Pois é, alguns deles têm preferência por iscas naturais.

É o caso dos peixes dourado e pintado, que são carnívoros e são atraídos pela tuvira (Gymnotus spp).

Pescar no pantanal: Isca tuvira

Esse peixe é ativo durante a noite, em águas com vegetação abundantes e adora cupim, sendo atraída com ele pelos isqueiros.

Da mesma forma, o jejum (Hoplerythrinus unitaeniatus) tem de 15 cm a 20 cm e é outra risca natural muito usada.

Isso porque ele é resistente no anzol, ágil e ótimo pra chamar a atenção do seu predador.

Ou seja, por causa da velocidade dessa isca, o dourado é atraído, pela alta velocidade na qual ela sai ao ser arremessada ao rio.

Além dos peixes, outros animais são usados na pesca do dourado.

Tal como o minhocuçu (Rhinodrillus alatus), a minhoca gigante, que pode chegar a mais de 1m de comprimento.

Porém, ela não é da região do Pantanal, vindo de Minas Gerais e Goiás.

O melhor lugar para pescar no Pantanal?

Geralmente, as cidades mais procuradas para pescaria no Pantanal são Corumbá e Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul.

Com certeza, em razão dos rios Aquidauana, Miranda e Paraguai.

Mas cidades de Mato Grosso também são destino certo para pescar, como Poconé e Cáceres.

Pois é onde você pode ir aos rios Cuiabá, Piriqui e São Lourenço.

Em todos esses lugares há hospedagens para todos os gostos, desde mais simples às mais sofisticadas.

Assim como pode optar por um barco-hotel.

Lembrando sempre da importância dos cuidados com a saúde.

Primeiramente, confira se está com as vacinas em dia.

Pois a febre-amarela ainda pode ser comum na região.

Tenha ainda sempre um kit de primeiros socorros por perto, para medicações uso cotidiano.

Afinal, a viagem é no meio da mata e nunca é demais se prevenir.

A gente já falou um pouco sobre esses cuidados aqui.

Seja como for, o Pantanal é um dos melhores destinos para quem gosta de pescar e estar na natureza.

Além da pescaria, a rotina da região conta com paisagens incríveis e fauna e flora perfeitas.

Pronto pra começar a planejar sua pescaria no Pantanal?

Comenta aí vão as expectativas e preparativos.

A gente se vê nas trilhas.

Compartilhe

por

Publicado

em

Receba nossas notificações.

Comentários

Deixe um comentário