O bugio-do-pantanal ou bugio-preto faz parte da família Atelidae.
Primata de tamanho médio, o bugio-do-pantanal possui cauda comprida (de 40 a 80cm), que auxilia na locomoção entre os galhos das árvores, e dicromatismo sexual bem evidente, com os machos na cor preta e as fêmeas, em castanho-claro.

By AngMoKio – Own work, CC BY-SA 2.5, Link

O bugio-do-pantanal ocorre na região do Pantanal e parte do Cerrado, assim como na Bolívia, Paraguai e Argentina.
Seu peso e altura variam de 6 a 9 kg e 30 a 75cm e pode viver até 20 anos na natureza.

Eles passam boa parte do seu tempo no alto de grandes árvores, descendo somente para tomar água e comer, especialmente brotos, folhas e frutos.
Mas sua dieta diária também pode conter sementes já maduras e pequenos insetos que encontra nas próprias árvores.

Foto:Cgnews

O bugio-do-pantanal (Alouatta caraya) costuma ser visto em lugares perto de rios e vivem em grupos de 10 indivíduos.

Porém, em Campo Grande, já tiveram casos em que foi visto na cidade, como quando moradores avistaram o animalzinho em um condomínio no bairro Parati.


A gestação da espécie dura cerca de 180 dias e nasce a cada vez apenas 1 filhote, que é transportado pela mãe nas costas durante os primeiros meses de vida.

Os grupos têm um macho dominante, mas as fêmeas usam a poligamia para aumentar a taxa de fecundidade ou para confundir paternidade de machos agressivos.

É bugio ou bicho-preguiça

Os hábitos diários do bugio-do-pantanal são diurnos, período em que faz suas atividades.

CC BY-SA 2.5, Link

Porém, por se movimentar lentamente pelos galhos das árvores, já foi muitas vezes confundido com o bicho-preguiça.

O bugio-do-pantanal tem a visão como o sentido mais desenvolvido, mas o fato de os olhos serem voltados para frente o coloca em desvantagem e vulnerável aos predadores.

Bugio-do-pantanal mostra quem é que manda

Famoso pela vocalização, o bugio-do-pantanal tem um ronco forte e bastante conhecido, usado para demarcação de território.
Por conta do enorme volume do osso hióide, o som pode ser ouvido a quilômetros de distância, principalmente pela manhã, e funciona ainda como meio de comunicação entre eles.


O grito é impressionante e põe ordem na casa!

Hoje, o bugio-do-pantanal não se encontra em evidente perigo de extinção, porém, a espécie também sofre com a perda de habitat, motivada pelo avanço da pecuária e construção de estradas.

|

Bioma Pantanal / Cerrado

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: