fbpx

Estar em Campo Grande é poder aproveitar o contato com a natureza.

Mas que a cidade é arborizada e possui diversos jardins e parques todos já sabem. Por isso, resolvemos listar as coisas que fazem todo morador se estressar, massss que se pensarmos bem, não são tão ruins assim! Muito pelo contrário, nossa opinião!


Vamos começar com um assunto que abre o apetite!

A diversidade de pratos e costumes ligados à culinária é resultante da variedade de povos que aqui já viviam e dos que aqui se instalaram. Assim, rola uma discussão sobre os melhores lugares para comer pastel, ou sobá, ou sushi.. melhor tipo de briga. Onde comer essas gostosuras não faltam. E a gente ama <3

Puxando para o comércio, existem 3 grandes shoppings beeem distantes um do outro. O que é ótimo em dias de grandes feriados e promoções, pois podemos escolher onde fazer as comprinhas seja pelo preço, pela distância ou por preferência mesmo. Mas se você é daqueles que curtem mesmo bater perna no centro, sabe que dá para dar um rolê tranquilo por aqui porque não é muito grande, nada é muito longe, mas que tem tudo que você precisa, desde artesanatos a roupas e eletrônicos.

Porém, antes de se aventurar nas compras, é bom dar uma olhada na previsão do tempo, porque se tem uma coisa que prega peças por aqui é o clima. Bastante instável, amanhece um calor desértico, à tarde cai um dilúvio, à noite pode estar um frio ártico ou a volta do calor. Mas é só se programar que o dia fica bom pra todo mundo, né?! haha

Não dá para discutir que o sertanejo predomina na terrinha, mas peraí que tem uns rolês legais que você respeita, hein?! Nem vale dizer que a gente é muito underground por frequentar alguns lugares. Pare de criar conceitos antes de saber. Tem lugar “simplinho” que só está esperando uma chance no seu coração.

E dentre todos os drinks e bebidas que encontramos por aqui, o tereré é o mais popular. Inclusive já falamos ele aqui (beneficios de amar o tereré) E nem adianta vir com essa de nojinho. O negócio é gostoso e refresca uma barbaridade! Ops, que desceu a convivência com os gaúchos que subiram pra cá, assim como japoneses, líbanos…dá pra conhecer um pouco de cada cultura só conversando com um vizinho ou colega de trabalho.

A aventura turística do estado começa por Campo Grande, que abre portas para outras drogas errrr digo maravilhas, como o Pantanal, Bonito e Bodoquena.


Não dá pra encerrar sem falar do convívio diário com a natureza.

É obrigatório parar o carro para a família de quatis ou capivaras atravessar a rua, seja no Parque dos Poderes ou no Lago do Amor. Enquanto pessoal sofre no trânsito com grandes congestionamentos, a gente pode ver calmamente o dia a dia de outras espécies – bem mais civilizadas, diga-se de passagem.

Agora, vamos combinar que especialmente nesta época de primavera, tudo fica mais bonito. Repare que se ao invés de reclamar das folhas que caem, você perceber no quanto elas embelezam as ruas, até seu dia vai fluir melhor. A brisa não nega. Nossa Morena é incrível, até ET’s já entenderam isso e andam querendo pousar sua nave por aqui. Mas isso é assunto para um próximo post, ou visita deles.

O tereré está pronto. É só chegar! Se trouxer uma sopa paraguaia então… hmmmm

|

Mato Grosso do Sul

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: