Casas sustentáveis com a ajuda de impressora 3D - Aquele Mato

Casas sustentáveis com a ajuda de impressora 3D


As casas sustentáveis são a realidade do futuro, pois a sustentabilidade é fundamental para mantermos a natureza em equilíbrio e, com a ajuda da impressora 3D, é possível criar estruturas que minimizam o impacto no meio ambiente.

Atualmente, a bioconstrução já é uma técnica usada para reduzir os impactos ambientais.

Com a tecnologia, essas casas sustentáveis são novas formas de construção que ainda garantem menor gasto de energia. 

Com certeza, entre essas tecnologias de casas sustentáveis, a impressora 3D é uma das mais interessantes.

Isso porque ela permite que os materiais sejam usados de forma mais eficiente.

Além disso, sua construção é mais rápida e barata do que as casas tradicionais, o que torna a sustentabilidade ainda mais alcançável. 

Estas casas são uma ótima opção para quem deseja contribuir com o meio ambiente de um jeito divertido, descontraído e informativo.

Assim, a primeira casa do mundo feita com uma impressora 3D foi em um projeto na região da Bavária, na Alemanha, em 2020.

Mas já vieram muitos outros projetos, e até maiores, como de sobrados e prédios.

Inclusive, o Brasil não está atrás, com a primeira casa em 3D, feita no Nordeste.

Primeira casa construída com impressão 3D no Brasil

Assim, a gente vê que o setor tem boas perspectivas.

Conforme projeções da empresa de pesquisa Grand View Research, esse mercado deve crescer 100,7% anualmente até 2030.

Ou seja, a tendência é de um futuro mais sustentável nessa área.

Como funciona uma impressora 3D de casas?

Assim como as impressoras 3D básicas, uma impressora 3D de casas cria objetos a partir de um modelo digital e tridimensional.

Casas sustentáveis

A partir daí, esse projeto é enviado ao software da impressora, já com dimensões e detalhes de textura definidos.

Logo, a impressora transformará esse material em camadas, feitas uma de cada vez até se formarem por inteiro.

Nesse contexto, os materiais usados para a construção desses imóveis sustentáveis feitos com impressoras 3D podem ser variados.

Ou seja, algumas usam plástico reciclado, de um tipo de polímero comum em garrafas plásticas e embalagens de comida.

Casas sustentáveis

Por outro lado, existe também uma impressora que utiliza uma mistura especial de concreto, injetando o material sobre o molde, camada por camada.

Enfim, logo vemos que construir casas com impressoras 3D é, de fato, muito mais sustentável, tendo em vista que os materiais são usados de forma mais eficiente.

Além de garantir o mínimo de desperdício na cadeia de materiais usados e utilizar fontes de energia renováveis.

Incluindo ainda a vantagem de a construção ser 70% mais rápida e cerca de 30% mais barata que os métodos tradicionais de construção.

Casas sustentáveis

Casas sustentáveis são o futuro?

Apesar de as casas sustentáveis estarem revolucionando a forma como nos relacionamos ao meio ambiente e, de fato, serem um projeto promissor, é uma área que demanda um conhecimento específico. 

Portanto, ainda são poucos os profissionais da área que estão aptos a trabalhar com essas tecnologias. 

Além disso, uma outra desvantagem por enquanto é o valor. 

Por ser algo ainda em desenvolvimento, a faixa de preço ainda é alta e inviável para muitas pessoas.

Porém, a previsão futuro é de popularização dessa tecnologia e o segmento estar ao alcance de cada vez mais pessoas.

Assim, quem quiser poderá ter uma casa sustentável, com um design único, pois esse é mais um benefício, né? A criação de modelos fora do convencional é real, diante da liberdade de criação que a impressora permite.

Veja mais um exemplo de casa sustentável com a ajuda de impressora 3D:

E, aí, quem aí também já está na ansiedade para chegar a popularização das casas sustentáveis com a ajuda da impressora 3D?

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário