Categorias
FORA DO ROTEIRO

O celular e o xixi de quase R$ 3 mil

Até o Mateiro mais radical sempre leva o celular para um rolê no mato, né?

Assim, com a gente não é diferente, e essa é mais uma história Fora do Roteiro!

Então, põe o celular pra carregar que já vamos começar!

Roteiro: filmar com o celular até o Morro do Paxixi

Pra começar, coloquei essa como minha missão: celular a postos pra filmar o rolê até o Morro do Paxixi.

Megaempolgada, mal sabia da aventura que as trilhas de Piraputanga tinham pra gente, um casal Mateiro desbravando a região.

Por isso, eu queria registrar cada passo.

Às vezes, literalmente. 

Inclusive, é comum no meu rolo de câmera ter apenas pés andando. 

Enfim, andava filmando e fotografando tudo.

Aí, sabe como é o calor sul-mato-grossense. Daqueles nível abracei o capeta e ele me deu um banho de chá.

Vai ver é por isso mesmo que precisamos de cachoeiras e correntes de água, mesmo que tenhamos que enfrentar os morros.

Então, muita, muuuuita água pra aguentar.

Dessa forma, quando vi, andei, andei, andei, filmei tudo ao redor e bebi toda minha água.

Aí, a gente já sabe, né?! A vontade de fazer xixi bateu.

Aguentei ao máximo, mas era a hora! 

Não tinha como continuar.

Avisei meu parceiro Mateiro e fui em busca de um lugar discreto.

Encontrei uma árvore pra me esconder, coloquei o celular no bolso traseiro do short e o abaixei.

Que sensação boa, eu sei que você sabe!

Então, me limpei, guardei meu lixinho, me levantei, me vesti e caminhei de volta para a trilha.

Depois de vários bons passos, coloco a mão no bolso, na bunda, na cabeça.

CADÊ O CELULAR?!!

Aquele aparelho moderno, clean, novo…  meu melhor companheiro.

Aliás, novo, novo mesmo..

Logo já bateu a bad de todas as parcelas que ainda estavam por vir… 

Olhei pro outro Mateiro angustiada.

Ele já sacou, pois conhece a destrambelhada que sou!

Assim, o celular de R$ 3 mil estava perdido no meio do mato!

Encontrar meu celular no mato

Fizemos o caminho de volta, procurando o celular pelo chão e tentando ir até o local do famigerado xixi.

Porém, a gente não fazia ideia..

Tudo parecia tão igual!

Mas Mateiro é um bicho perspicaz!

“A gente filmou o caminho todo, vamos usar as imagens”, ele diz!

Incrivelmente, ele se lembrou de uma planta específica que estava bem próxima do lugar que usei como banheirinho.

Agora tínhamos oficialmente material tecnológico and científico para ir em busca do celular

Temos que encontrar essa planta.

Pois ela seria a ponte que nos levaria à árvore do xixi.

Seguimos a trilha, muito atentos.

Dessa maneira, fomos comparando plantas com a foto até, de fato, chegar nela. 

A planta mais linda de todo MS, não tenho dúvidas.

Eu poderia abraçar aquela planta.

Simultaneamente, olhei para o lado e vi a árvore do xixi.

Corri até ela e lá estava ele, o celular, no chão, todo brilhozinho, à luz do sol.

Não bastava tanta sorte, ele ainda ficou livre do xixi. Ufa!

Incrivelmente nunca fiquei tão feliz em poder continuar pagando as parcelas.

Pois não precisaria precisar pensar em comprar outro, que agora nem com carregador vem.

O importante é que continuamos subindo, sem mais problemas, e tenho uma foto incrível no local, me sentindo bem segura em cima de um morro de 700m de altura.

Apesar de tanta beleza, só pensava que ainda bem que não foi de lá que o celular caiu.

Quando falo de aventura no mato, nada é raso.

Até um xixi se torna emoção.

Agora me conta, já passou por um sustinho desses?

Fala gente nos comentários!

A gente se vê nas trilhas!

Tchaau.

Uma resposta em “O celular e o xixi de quase R$ 3 mil”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *