Neste mês, 3 cidades sul-mato-grossenses comemoram mais um aniversário. E, para homenagear o interior do nosso estado, vamos falar um pouco mais sobre elas.

Antônio João – MS – 1964

Complentando 54 anos em 18 de março, a história de Antônio João começou com a chegada de Eugênio Penzo ao Brasil. Ele veio da Itália, em 1900, decidido a mudar sua vida, migrando com sua família em busca de terras.

Já por aqui, ele conseguiu tomar posse de um terreno, localizado perto da antiga colônia dos Dourados, chamada Cabeceira dos Bugres. Foi quando começou sua planatação. 

Arroz, milho, feijão, amendoim, batata-doce, cana de açúcar, banana, e café. O trabalho foi aumentando e atraindo mais moradores à região, que foi crescendo e precisando, cada vez mais, de escola, cartório, comércio, açougue, posto de combustível etc.

Tornou-se então o distrito de Eugênio Penzo, depois chamado de Antônio João, em homenagem ao tenente Antônio João Ribeiro, herói da Guerra do Paraguai, onde defendeu a soberania nacional.
Todo ano, o município festeja o aniversário com ações culturais e diversos eventos.


Ribas do Rio Pardo – MS

19 de março é o dia em que Ribas do Rio Pardo completa mais um aniversário.
Os mineiros João e José dos Santos foram os primeiros moradores da região e, por la, fixaram seu comércio, próximo dos rios Bota e Pardo.

Em 1914, a chegada dos trilhos da atual estrada Noroeste ligou o povoado aos demais centros urbanos, começando oficialmente o seu progresso.

Foi elevava a distrito em 1921, pela Resolução 856 e depois a município, pelo Decreto 545.

Os festejos deste ano comemoraram 74 anos da sua emancipação com uma programação extensa de 7 a 19 de março.

Guia Lopes da Laguna – MS

José Francisco Lopes, o Guia Lopes ficou assim conhecido por guiar uma tropa de 1.500 homens do coronel Carlos de Morais Camisão em direção a Nioaque durante a Retirada da Laguna, importante episódio da Guerra do Paraguai. Nessa dramática travessia, enfrentou doenças e a perseguição dos soldados paraguais.
E foi a poucos dias da passagem pelo rio Miranda que ele morreu.

Fora enterrado numa localidade que o homenageou, passando a se chamar Guia Lopes da Laguna, local onde foi construído o Monumento Histórico.

Guia Lopes da Laguna é uma das cidades que compõem o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, apresentando grande potencial turístico.


Em 19 de março de 1938, recebeu a denominação de patrimônio Guia Lopes, em homenagem a José Francisco Lopes. Data em que é comemorado o aniversário da cidade.

Parabéns pelos 80 anos!

Que nossa história não seja esquecida e que venha mais desenvolvimento!

|

Mato Grosso do Sul, Sem classificação

Nome:
Email:
Site:
Escreva seu comentário: