Skip to content

Como evitar acidentes em trilhas e cachoeiras

Como evitar acidentes em trilhas e cachoeiras

Acima de tudo, Mateiro que ama fazer uma trilha tem que pensar em como evitar acidentes, né?!

Claro que se refrescar em uma cachoeira é diversão garantida para a família toda.

Mas só se você seguir nossas dicas para se prevenir de possíveis desastres.

Em Mato Grosso do Sul, ainda temos a sorte de ter bastante água em locais lindos na natureza.

Mas alguns cuidados são necessários para que o lazer não vire dor de cabeça por causa de alguns simples descuidos.

Conheça dicas de como evitar acidentes e ter um passeio leve e refrescante

O que não levar no seu passeio na cachoeira

Antes de tudo, vamos garantir que você não sobrecarregue sua mochila com acessórios desnecessários ou perigosos.

Por isso, nada de garrafa de vidros, equipamentos movidos à base de eletricidade e lâminas grandes (equipe-se apenas com um canivete de pequeno porte).

Atenção para a diversão não ir por água abaixo.

Fique atento com as condições climáticas da sua região.

Ou seja, é importante saber a previsão do tempo para que a chuva não torne o caminho escorregadio.

Dessa forma, informe-se também sobre a utilização de motos ou veículos motorizados, na maior parte das vezes, a realização da trilha à cachoeira precisa ser feita a pé.

Nada de levar o guarda-roupa!

É necessário estar com o menor peso possível.

Assim, na caminhada, use roupas leves, calças compridas, bermudas e calçados confortáveis e de preferência fechado.

Porém, se está com plano de passar a noite ou explorar alguma caverna é necessário levar roupas de frio, mesmo em épocas de temperaturas quentes.

Certamente, repelente e protetor solar são dois itens que não podem faltar na sua mochila, mesmo que seu passeio seja de apenas algumas horas.

Evite acidentes usando chinelos de dedo, calçados novos e não apropriados.

Equipamentos como lanterna e fogareiro portátil podem salvar quem pretende passar a noite e cozinhar no passeio.

Tenha em mente!

Fogueiras! O fogo representa veneno danoso ao solo, sem contar que podem gerar incêndios de proporções consideráveis.

Ao comer, os restos de comida não podem ser jogados na mata, mas sim adicionados em sacolas ou caixas.

Não arrisque pulos em lugares que não conhece o nível do rio, nunca se sabe o que você pode encontrar abaixo da superfície.

Para maior segurança, ao caminha sobre pedras use as mãos como apoio em lugares em que elas estejam escorregadias.

Ao entrar no rio, certifique-se que o local está seguro, tateie com os pés, um tronco ou galho. Nunca atravesse uma corredeira.

Cuidado extra!

Mesmo com dia lindo, as famosas “cabeças-d’água” podem surpreender e chegar ao local onde você está, vindas de outras regiões onde caiu chuva pesada. O vídeo a seguir mostra do que estamos falando:

Passou por algum aperto e quer dividir mais dicas? Comente com a gente!

No mais, cuide de sua segurança e respeite a natureza!

A gente se vê nas trilhas.

Tchauu!

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Artigos relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Como evitar acidentes em trilhas e cachoeiras

Acima de tudo, Mateiro que ama fazer uma trilha tem que pensar em como evitar acidentes, né?!

Claro que se refrescar em uma cachoeira é diversão garantida para a família toda.

Mas só se você seguir nossas dicas para se prevenir de possíveis desastres.

Em Mato Grosso do Sul, ainda temos a sorte de ter bastante água em locais lindos na natureza.

Mas alguns cuidados são necessários para que o lazer não vire dor de cabeça por causa de alguns simples descuidos.

Conheça dicas de como evitar acidentes e ter um passeio leve e refrescante

O que não levar no seu passeio na cachoeira

Antes de tudo, vamos garantir que você não sobrecarregue sua mochila com acessórios desnecessários ou perigosos.

Por isso, nada de garrafa de vidros, equipamentos movidos à base de eletricidade e lâminas grandes (equipe-se apenas com um canivete de pequeno porte).

Atenção para a diversão não ir por água abaixo.

Fique atento com as condições climáticas da sua região.

Ou seja, é importante saber a previsão do tempo para que a chuva não torne o caminho escorregadio.

Dessa forma, informe-se também sobre a utilização de motos ou veículos motorizados, na maior parte das vezes, a realização da trilha à cachoeira precisa ser feita a pé.

Nada de levar o guarda-roupa!

É necessário estar com o menor peso possível.

Assim, na caminhada, use roupas leves, calças compridas, bermudas e calçados confortáveis e de preferência fechado.

Porém, se está com plano de passar a noite ou explorar alguma caverna é necessário levar roupas de frio, mesmo em épocas de temperaturas quentes.

Certamente, repelente e protetor solar são dois itens que não podem faltar na sua mochila, mesmo que seu passeio seja de apenas algumas horas.

Evite acidentes usando chinelos de dedo, calçados novos e não apropriados.

Equipamentos como lanterna e fogareiro portátil podem salvar quem pretende passar a noite e cozinhar no passeio.

Tenha em mente!

Fogueiras! O fogo representa veneno danoso ao solo, sem contar que podem gerar incêndios de proporções consideráveis.

Ao comer, os restos de comida não podem ser jogados na mata, mas sim adicionados em sacolas ou caixas.

Não arrisque pulos em lugares que não conhece o nível do rio, nunca se sabe o que você pode encontrar abaixo da superfície.

Para maior segurança, ao caminha sobre pedras use as mãos como apoio em lugares em que elas estejam escorregadias.

Ao entrar no rio, certifique-se que o local está seguro, tateie com os pés, um tronco ou galho. Nunca atravesse uma corredeira.

Cuidado extra!

Mesmo com dia lindo, as famosas “cabeças-d’água” podem surpreender e chegar ao local onde você está, vindas de outras regiões onde caiu chuva pesada. O vídeo a seguir mostra do que estamos falando:

Passou por algum aperto e quer dividir mais dicas? Comente com a gente!

No mais, cuide de sua segurança e respeite a natureza!

A gente se vê nas trilhas.

Tchauu!

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Artigos relacionados

ARTE DE INDÍGENAS DE MS EXPRESSÕES DO PANTANAL Curiosidades sobre o Pantanal Músicas de MS que não podem faltar no karaokê A maior dolina da América do Sul