Skip to content

Agora está saindo a chalana no rio Paraguai.

Bora, Mateiro?

Então, vamos descobrir um pouco mais sobre este curso de água que percorre Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina.

“Rio Grande” é o 8º maior da América do Sul

Pra começar, o nome do rio Paraguai é de origem indígena (guarani) e significa “rio grande”.

Não é por menos.

Pois esse gigante rio abrange uma área de 1.095.000 Km², com 33% no Brasil e o restante na Argentina, na Bolívia e no Paraguai.

Assim, este rio encanta e dá vida para a região pantaneira.

Isso porque ele nasce em território brasileiro, no Planalto dos Parecis, a 400 quilômetros ao norte de Cuiabá, em Mato Grosso.

Assim, ele leva o nome de “Paraguaizinho” no percurso inicial de 50 km.

No Brasil, a imensidão do rio percorre cerca de 1693 km, a partir de Cáceres (MT), passando por Corumbá, até o desaguadouro do rio Apa, quando deixa o Brasil e segue pelo interior do Paraguai até a capital, Assunção.

Já em Mato Grosso do Sul, este rio delimita a fronteira com a Bolívia em um trecho curto e também a divisa entre os estados.

Depois, ele corta o município de Corumbá e volta a marcar fronteira com a Bolívia, em Porto Bush.

Por do sol no Rio Paraguai

Por fim, o trajeto do rio no Pantanal é bastante curvo.

Por isso, a sua velocidade é bem baixa e isso faz com que as viagens por ali sejam bastante demoradas.

Os principais biomas da Região Hidrográfica do Paraguai são o Cerrado e o Pantanal, com a Savana Arborizada e a Savana Florestada como vegetações predominantes.

Assim, ele é o principal rio da Bacia do Rio Paraguai, uma das doze macrobacias hidrográficas do Brasil.

Características do rio Paraguai

Primeiramente, vamos lembrar que o curso do rio Paraguai é dividido em:

Paraguai Superior – Das nascentes até Cáceres, com 370 Km de extensão.

Alto Paraguai – De Cáceres à foz do rio Apa, com 1280 Km de extensão.

Médio Paraguai – Da foz do rio Apa até o Itá-Pirú (Lomas Valentinas), com 592 Km de extensão.

Paraguai Inferior – De Itá-Pirú até a confluência com o rio Paraná, com 340 Km de extensão.

rio paraguai mapa
Por KmusserObra do próprio, Elevation data from SRTM, drainage basin from GTOPO [1], all other features from Vector Map., CC BY-SA 3.0, Hiperligação

Dessa forma, os principais afluentes do rio Paraguai no território brasileiro são os rios Sepotuba, Cabaçal, Jaurú, São Lourenço, Paraguai Mirim, Pacú, Velho, Negrinho,Taquari, Abobral, Miranda, Novo, Nabileque, Negro (Bolívia e Paraguai), Branco, Tereré, Aquidaban e Apa.

Porém, fora do território brasileiro, os afluentes são os rios Ypané, Monte Lindo, Jejuí, Manduvirá, Piribebuy, Pilcomayo, Tebicuari e Bermejo.

Atualmente, o rio é muito usado por turistas.

Principalmente na região do pantanal mato-grossense.

Em razão de ter poucos acidentes geográficos, a navegação também é muito praticada no rio.

Principalmente no trecho final, entre o Paraguai e a Argentina.

Outra fato que impacta diretamente no rio são as hidrelétricas que se instalam em seus afluentes.

Com mais de 40 hidrelétricas construídas, outras 100 já estão projetadas para vir, o que altera o fluxo e a qualidade das águas do rio.

Se todos esses projetos forem concluídos, o rio terá seu fluxo completamente alterado, impactando diretamente a vida no Pantanal.

Dia do Rio Paraguai

Em Corumbá o rio paraguai

A partir de 2001, a gente comemora o Dia do Rio Paraguai, definido todo o dia 14 de novembro.

Por isso, as comunidades rurais e centros urbanos localizados nas proximidades do rio fazem uma grande festa para demonstrar seu amor e o sentimento de proteção.

E você, já conhece este incrível rio?

Conta pra gente nos comentários!

A gente se vê nas trilhas.

Ou nos barcos rsrs

Tchauu!

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Artigos relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Importante

De chalana no grande rio Paraguai

Agora está saindo a chalana no rio Paraguai.

Bora, Mateiro?

Então, vamos descobrir um pouco mais sobre este curso de água que percorre Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina.

“Rio Grande” é o 8º maior da América do Sul

Pra começar, o nome do rio Paraguai é de origem indígena (guarani) e significa “rio grande”.

Não é por menos.

Pois esse gigante rio abrange uma área de 1.095.000 Km², com 33% no Brasil e o restante na Argentina, na Bolívia e no Paraguai.

Assim, este rio encanta e dá vida para a região pantaneira.

Isso porque ele nasce em território brasileiro, no Planalto dos Parecis, a 400 quilômetros ao norte de Cuiabá, em Mato Grosso.

Assim, ele leva o nome de “Paraguaizinho” no percurso inicial de 50 km.

No Brasil, a imensidão do rio percorre cerca de 1693 km, a partir de Cáceres (MT), passando por Corumbá, até o desaguadouro do rio Apa, quando deixa o Brasil e segue pelo interior do Paraguai até a capital, Assunção.

Já em Mato Grosso do Sul, este rio delimita a fronteira com a Bolívia em um trecho curto e também a divisa entre os estados.

Depois, ele corta o município de Corumbá e volta a marcar fronteira com a Bolívia, em Porto Bush.

Por do sol no Rio Paraguai

Por fim, o trajeto do rio no Pantanal é bastante curvo.

Por isso, a sua velocidade é bem baixa e isso faz com que as viagens por ali sejam bastante demoradas.

Os principais biomas da Região Hidrográfica do Paraguai são o Cerrado e o Pantanal, com a Savana Arborizada e a Savana Florestada como vegetações predominantes.

Assim, ele é o principal rio da Bacia do Rio Paraguai, uma das doze macrobacias hidrográficas do Brasil.

Características do rio Paraguai

Primeiramente, vamos lembrar que o curso do rio Paraguai é dividido em:

Paraguai Superior – Das nascentes até Cáceres, com 370 Km de extensão.

Alto Paraguai – De Cáceres à foz do rio Apa, com 1280 Km de extensão.

Médio Paraguai – Da foz do rio Apa até o Itá-Pirú (Lomas Valentinas), com 592 Km de extensão.

Paraguai Inferior – De Itá-Pirú até a confluência com o rio Paraná, com 340 Km de extensão.

rio paraguai mapa
Por KmusserObra do próprio, Elevation data from SRTM, drainage basin from GTOPO [1], all other features from Vector Map., CC BY-SA 3.0, Hiperligação

Dessa forma, os principais afluentes do rio Paraguai no território brasileiro são os rios Sepotuba, Cabaçal, Jaurú, São Lourenço, Paraguai Mirim, Pacú, Velho, Negrinho,Taquari, Abobral, Miranda, Novo, Nabileque, Negro (Bolívia e Paraguai), Branco, Tereré, Aquidaban e Apa.

Porém, fora do território brasileiro, os afluentes são os rios Ypané, Monte Lindo, Jejuí, Manduvirá, Piribebuy, Pilcomayo, Tebicuari e Bermejo.

Atualmente, o rio é muito usado por turistas.

Principalmente na região do pantanal mato-grossense.

Em razão de ter poucos acidentes geográficos, a navegação também é muito praticada no rio.

Principalmente no trecho final, entre o Paraguai e a Argentina.

Outra fato que impacta diretamente no rio são as hidrelétricas que se instalam em seus afluentes.

Com mais de 40 hidrelétricas construídas, outras 100 já estão projetadas para vir, o que altera o fluxo e a qualidade das águas do rio.

Se todos esses projetos forem concluídos, o rio terá seu fluxo completamente alterado, impactando diretamente a vida no Pantanal.

Dia do Rio Paraguai

Em Corumbá o rio paraguai

A partir de 2001, a gente comemora o Dia do Rio Paraguai, definido todo o dia 14 de novembro.

Por isso, as comunidades rurais e centros urbanos localizados nas proximidades do rio fazem uma grande festa para demonstrar seu amor e o sentimento de proteção.

E você, já conhece este incrível rio?

Conta pra gente nos comentários!

A gente se vê nas trilhas.

Ou nos barcos rsrs

Tchauu!

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Artigos relacionados

ARTE DE INDÍGENAS DE MS EXPRESSÕES DO PANTANAL Curiosidades sobre o Pantanal Músicas de MS que não podem faltar no karaokê A maior dolina da América do Sul