Skip to content

Frango D`água Azul, ave do Brasil

Antes de mais nada, o frango d’água azul conta com uma paleta azul que contrasta com as pernas amarelas e o bico vermelho, com a ponta amarela.

Assim, fica fácil para todo Mateiro identificar esta ave do Brasil.

Mas vamos saber mais sobre esta ave aquática que habita ambientes alagados e repletos de vegetação, como o nosso Pantanal.

Onde vive o frango d’água azul

Para começar, bora entender o que significa o nome científico do frango d’água azul.

Pois ele já explica muita coisa pra gente.

Então, do grego porphurion, porphyrio significa “galinha do pântano” e, do latim, cmartinicus é referente à ilha de Martinica, no Caribe.

Ou seja, ele é uma galinha do pântano de Martinica ou galinha do pântano da América.

Dessa forma, a espécie tem ocorrência em uma ampla área, da Argentina até a América do Norte, incluindo o Brasil.

Sendo uma ave migratória, ela praticamente some do sul do país durante o inverno.

Como uma das aves aquáticas mais comuns, ela tem longas patas, com dedos compridos, que permitem sua caminhada na superfície dos corpos d’água cobertos por vegetação sem afundar.

Assim, o Pantanal também é casa do frango d’água azul.

Porém, mesmo com o costume de andar sobre a vegetação pantanosa, ela nada pouco e evita estar em águas mais abertas.

Por outro lado, é uma ave que voa muito bem, com as pernas esticadas para trás.

Às vezes, ela descansa em navios em alto mar, estando a mais de cem quilômetros da costa.

Frequentemente, ela também pousa em arbustos ou galhos, próximos à água.

Mas, de boba, ela não tem nada.

Quando se sente ameaçada, a ave nada e mergulha para escapar do possível perigo.

Expectativa de vida, características e reprodução

Medindo cerca de 35 centímetros de comprimento, o frango d’água azul tem uma envergadura de 50 a 55 centímetros.

O peso dele fica entre 203 e 305 gramas, para os machos, e 142 e 291 gramas, para as fêmeas.

Como vive em terrenos pantanosos, é ali mesmo que faz o ninho.

Dessa maneira, ele constrói o ninho à base de gramíneas ou em pés de arroz, logo acima da água.

Assim, a fêmea coloca de 4 a 5 ovos, que são rosados e pontilhados de marrom e roxo.

Depois, os filhotes acompanham os pais e já aprendem a mergulhar para fugir dos perigos.

Diferentemente dos adultos, eles têm as partes inferiores brancas, com as pernas e bicos amarelos, e as partes superiores castanhas.

Para finalizar, a expectativa de vida do frango d’água azul é de 12 a 15 anos.

Porém, ele é uma presa fácil.

Inclusive, em algumas regiões, é comum que seus ovos sejam consumidos, o que compromete as gerações futuras.

Infelizmente, quando elas trocam de pena e fica difícil seu voo, é mais comum ainda a sua caça.

Além disso, ela ainda passa pelo risco de morrer por causa dos pesticidas usados nos arrozais que frequenta.

Pois é onde se alimenta.

Esta ave ainda costuma comer folhas, sementes e flores.

Ocasionalmente, ela ingere ainda, cobras, insetos, ovos e outras aves pequenas.

Por último, a vocalização dele é aguda.

Assim como a do frango d’água comum.

Agora que você já conhece mais sobre esta ave, lembra de já ter encontrado uma por aí?

Fala pra gente nos comentários.

A gente se vê nas trilhas!

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Gente boa é a capivara A terra do ET BILU O Baratão de Corumbá Peixes do Pantanal Urutau – Mãe-da-lua