Skip to content

A beleza natural das águas cristalinas de Bonito é sempre pauta quando o assunto é o destino mais atrativo para turistas em Mato Grosso do Sul.

Porém, nem todo mundo conhece a história de Bonito e é dela que vamos falar.

Então, hoje vamos descobrir um pouco mais sobre essa incrível cidade de Mato Grosso do Sul.

Origem e formação de Bonito

Primeiramente, a origem de Bonito tem início na história da formação do município de Miranda, que está vinculada à expansão espanhola do século 16, no vale do Paraguai, servindo de apoio às expedições com intenção de alcançar as minas do Peru.

Assim, o atual município de Bonito foi ocupado pelo militar espanhol Ruy Dias Melgarejo, fundador da cidade de Xerez, às margens do Rio Mbotetei, hoje, Rio Miranda.

Apenas algumas famílias da cidade de Xerez conviviam pacificamente com os indígenas.

E, em razão de vários conflitos, o povoado acabou se mudando para as margens do rio Mondego, rio Aquidauana.

A partir daí, eles foram atacados por bandeirantes paulistas e colonos espanhóis, que pretendiam aprisionar os índios e mestiços aldeados para escravizá-los, abandonando novamente o local.

Dessa forma, o capitão-general da Capitania de Mato Grosso, Caetano Pinto de Miranda Montenegro, ordenou que fosse construído o Presídio Nossa Senhora do Carmo do Rio Miranda, em 1778.

Em volta desse presídio começou a se desenvolver um pequeno povoado, que se tornou a vila chamada de Miranda, em 1857.

Quando Bonito se tornou município

Como parte da história de Bonito, foi em 7 de outubro de 1871 que a então vila de Miranda se tornou município.

Com o crescimento do município de Miranda, surgiu um núcleo habitacional nas terras da fazenda Rincão Bonito.

A fazenda possuía uma área de 10 léguas e meia e foi adquirida pelo capitão Luiz da Costa Leite Falcão, que chegou à região em 1869 e é considerado o desbravador de Bonito.

Assim como seu primeiro escrivão e tabelião, incentivando a fixação dos primeiros moradores da vila.

Foi quando Bonito passou a denominar-se Rincão e figurar como distrito no município de Miranda.

Em 11 de junho de 1915, a vila Rincão Bonito é elevada a Distrito de Paz de Bonito, com área desmembrada do município de Miranda.

Porém, com subordinação administrativa.

Foi apenas em 2 de outubro de 1948 que houve a elevação do distrito a município, retornando à antiga denominação de Bonito.

Pra comemorar em 2 de outubro de 2019, Bonito completou 71 anos e é um dos orgulhos de ser sul-mato-grossense.


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Artigos relacionados

You cannot use comments here, because comments are disabled for this page/post. Please enable page/post comment in settings.

História de Bonito, em Mato Grosso do Sul

A beleza natural das águas cristalinas de Bonito é sempre pauta quando o assunto é o destino mais atrativo para turistas em Mato Grosso do Sul.

Porém, nem todo mundo conhece a história de Bonito e é dela que vamos falar.

Então, hoje vamos descobrir um pouco mais sobre essa incrível cidade de Mato Grosso do Sul.

Origem e formação de Bonito

Primeiramente, a origem de Bonito tem início na história da formação do município de Miranda, que está vinculada à expansão espanhola do século 16, no vale do Paraguai, servindo de apoio às expedições com intenção de alcançar as minas do Peru.

Assim, o atual município de Bonito foi ocupado pelo militar espanhol Ruy Dias Melgarejo, fundador da cidade de Xerez, às margens do Rio Mbotetei, hoje, Rio Miranda.

Apenas algumas famílias da cidade de Xerez conviviam pacificamente com os indígenas.

E, em razão de vários conflitos, o povoado acabou se mudando para as margens do rio Mondego, rio Aquidauana.

A partir daí, eles foram atacados por bandeirantes paulistas e colonos espanhóis, que pretendiam aprisionar os índios e mestiços aldeados para escravizá-los, abandonando novamente o local.

Dessa forma, o capitão-general da Capitania de Mato Grosso, Caetano Pinto de Miranda Montenegro, ordenou que fosse construído o Presídio Nossa Senhora do Carmo do Rio Miranda, em 1778.

Em volta desse presídio começou a se desenvolver um pequeno povoado, que se tornou a vila chamada de Miranda, em 1857.

Quando Bonito se tornou município

Como parte da história de Bonito, foi em 7 de outubro de 1871 que a então vila de Miranda se tornou município.

Com o crescimento do município de Miranda, surgiu um núcleo habitacional nas terras da fazenda Rincão Bonito.

A fazenda possuía uma área de 10 léguas e meia e foi adquirida pelo capitão Luiz da Costa Leite Falcão, que chegou à região em 1869 e é considerado o desbravador de Bonito.

Assim como seu primeiro escrivão e tabelião, incentivando a fixação dos primeiros moradores da vila.

Foi quando Bonito passou a denominar-se Rincão e figurar como distrito no município de Miranda.

Em 11 de junho de 1915, a vila Rincão Bonito é elevada a Distrito de Paz de Bonito, com área desmembrada do município de Miranda.

Porém, com subordinação administrativa.

Foi apenas em 2 de outubro de 1948 que houve a elevação do distrito a município, retornando à antiga denominação de Bonito.

Pra comemorar em 2 de outubro de 2019, Bonito completou 71 anos e é um dos orgulhos de ser sul-mato-grossense.


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

You cannot use comments here, because comments are disabled for this page/post. Please enable page/post comment in settings.

Artigos relacionados

EXPRESSÕES DO PANTANAL Curiosidades sobre o Pantanal Músicas de MS que não podem faltar no karaokê A maior dolina da América do Sul 10 insetos encontrados na América do sul