Material reciclável: conheça os principais - Aquele Mato

Material reciclável: conheça os principais

Diante da crise ambiental que o mundo enfrenta atualmente, cada vez mais pessoas estão usando material reciclável

Isso porque elas estão buscando maneiras de reduzir seu impacto no planeta, e essa é uma das formas mais eficazes de fazer isso. 

Por isso, vamos entender o que são materiais recicláveis, quais são os materiais recicláveis mais comuns e a diferença entre materiais recicláveis e reutilizáveis.

Material reciclável: conheça os principais - Aquele Mato

O que é um material reciclável?

Tendo em vista que reciclar é um processo que transforma materiais considerados inutilizados em novos produtos para o consumo, um material reciclável é aquele que pode ser processado e reutilizado em um novo produto.

Basicamente, o material reciclável é capaz de passar por um processo de reciclagem para se tornar um novo item. 

Assim, material reciclável é tudo, desde papel e plástico até metal e vidro.

Quais são os materiais recicláveis?

Existem muitos materiais que podem ser reciclados.

Mas alguns dos mais comuns incluem os seguintes.

Papel e papelão

Papel e papelão são alguns dos materiais mais reciclados em todo o mundo. 

Esses materiais são coletados, processados e transformados em novos produtos de papel, como papel higiênico, guardanapos e papel para impressora.

Porém, papéis como adesivos, etiquetas, papel-carbono, papel-toalha, papel higiênico, fita crepe e metalizados, parafinados ou plastificados em geral não entram nessa lista.

Plásticos

Um material reciclável bastante comum é o plástico.

Garrafas de água, embalagens de alimentos, sacolas de compras e muitos outros itens plásticos podem ser reciclados. 

Os plásticos reciclados são frequentemente usados para fazer novas garrafas, sacolas e outros produtos.

Por outro lado, atenção ao que não se recicla, como cabos de panela, tomadas, isopor, espuma, teclados de computador e acrílicos.

Vidro

O vidro também é um material reciclável popular. 

Garrafas de bebidas, tampas, frascos, copos, embalagens e muitos outros itens de vidro podem ser reciclados e transformados em novos itens de vidro.

Nesse contexto, as exceções são espelhos, cristais, louças, lâmpadas, ampolas de medicamentos e vidros temperados planos.

Metais

Metais como alumínio e aço são altamente recicláveis. 

Eles podem ser derretidos e moldados em novos produtos, como latas de refrigerante, embalagens de alimentos, canos, esquadrias e peças de automóveis.

Em contrapartida, clipes, esponjas de aço, grampos, pilhas e latas de tintas e combustíveis não são recicláveis.

Isopor

Isopor é um material reciclável, porém, ele gera muitas dúvidas em relação à sua reciclabilidade. 

Isso porque sua reciclagem requer um processo mais complexo, pois é um material composto por cerca de 98% de ar e apenas 2% de poliestireno expandido. 

Por causa da sua leveza e baixa densidade, o isopor ocupa muito volume em aterros sanitários.

Por isso é importante encaminhá-lo para empresas especializadas na reciclagem desse material.

Tabela de produtos recicláveis

Aqui está uma tabela que resume alguns dos materiais recicláveis mais comuns e o que pode ser feito com eles:

MaterialExemplosO que pode ser feito com eles
PapelJornais, caixas de papelão, papel de escritórioPapel higiênico, guardanapos, papel para impressora
PlásticoGarrafas de água, sacolas de compras, embalagens de alimentosNovas garrafas, sacolas e outros produtos
VidroGarrafas de vinho, potes de alimentosNovos itens de vidro
MetaisLatas de refrigerante, embalagens de alimentos, peças automotivasVigas para a construção civil, arames, vergalhões, latas

Em relação aos derivados do petróleo, como o plástico, é importante saber que nem todos são recicláveis. 

Os plásticos que são recicláveis possuem um código de identificação com um número entre 1 e 7, que indica o tipo de resina plástica presente no produto. 

Assim, esses materiais são encaminhados para empresas de reciclagem especializadas, onde são transformados em novos produtos.

No entanto, existem alguns derivados do petróleo que não são recicláveis, como o plástico filme e o isopor expandido, além de outros materiais como o vidro temperado e os papéis revestidos com cera ou metalizados. 

Muitas vezes, esses materiais vão para aterros sanitários ou são descartados de forma incorreta, prejudicando o meio ambiente. 

É importante estar atento à reciclabilidade dos produtos que utilizamos no nosso dia a dia e descartá-los de forma correta, contribuindo assim para a preservação do meio ambiente.

Além disso, a reciclagem de materiais é uma atividade que gera empregos em diversas áreas, desde a coleta e triagem dos materiais até a sua transformação em novos produtos. 

Ou seja, isso ajuda a impulsionar a economia e a reduzir a desigualdade social, criando oportunidades de trabalho para pessoas de diferentes níveis de escolaridade e experiência profissional.

Inclusive, um bom incentivo à criançada é produzir os próprios acessórios e brinquedos com recicláveis.

Outro ponto positivo do uso de materiais recicláveis é a redução da emissão de gases de efeito estufa. Quando um material é reciclado em vez de ser descartado em aterros sanitários, há uma diminuição significativa na produção de metano, um gás que contribui para o aquecimento global.

Em suma, a utilização de materiais recicláveis pode trazer benefícios econômicos, ambientais e sociais significativos. 

Por isso, é importante que cada um de nós faça a sua parte na separação e destinação correta desses materiais, contribuindo para a construção de uma sociedade mais sustentável e responsável.

Compartilhe

Descubra mais sobre Aquele Mato

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Posts Similares

Deixe um comentário