Skip to content

Nesta quarta-feira (20), deputados aprovaram 35 matérias na penúltima sessão parlamentar do ano na Assembleia Legislativa em um dia marcado pela limpeza de pauta de votações antes do recesso de fim de ano.

Entre os projetos, nos chamou atenção o que cercava o Parque dos Poderes.
Lembra que você leu aqui sobre a obra que derrubou 1.222 árvores para encurtar o acesso para a Vila Nascente e repartições públicas localizadas dentro do Parque dos Poderes? Um novo projeto de lei aprovado pode evitar que ideias como essa se repitam.

Preservação do Parque dos Poderes

Primeiramente, fora Temer foi rejeitada a proposta do deputado Amarildo de criar o Complexo de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental do Parque dos Poderes. Mas calma, está tudo bem ainda, porque ela foi incorporada ao PL 162/2017, do deputado Paulo Corrêa, que compõe o Programa de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental das áreas que abrangem o Parque dos Poderes, o Parque Estadual do Prosa e o Parque das Nações Indígenas, a delimitação dessas áreas e a proibição da supressão vegetal no local que especifica.

Se você é de fé (ou não dispensa um feriado) também vai gostar de saber que o PL 210/2017, de autoria de Paulo Siufi, tambem foi aprovado. Ele declara Nossa Senhora Aparecida como padroeira de Mato Grosso do Sul. Vamos agradecê-la e fechar o ano um pouco mais tranquilos sobre a nossa natureza.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Artigos relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Aprovado PL para o Parque dos Poderes respirar em paz

Nesta quarta-feira (20), deputados aprovaram 35 matérias na penúltima sessão parlamentar do ano na Assembleia Legislativa em um dia marcado pela limpeza de pauta de votações antes do recesso de fim de ano.

Entre os projetos, nos chamou atenção o que cercava o Parque dos Poderes.
Lembra que você leu aqui sobre a obra que derrubou 1.222 árvores para encurtar o acesso para a Vila Nascente e repartições públicas localizadas dentro do Parque dos Poderes? Um novo projeto de lei aprovado pode evitar que ideias como essa se repitam.

Preservação do Parque dos Poderes

Primeiramente, fora Temer foi rejeitada a proposta do deputado Amarildo de criar o Complexo de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental do Parque dos Poderes. Mas calma, está tudo bem ainda, porque ela foi incorporada ao PL 162/2017, do deputado Paulo Corrêa, que compõe o Programa de Preservação, Proteção e Recuperação Ambiental das áreas que abrangem o Parque dos Poderes, o Parque Estadual do Prosa e o Parque das Nações Indígenas, a delimitação dessas áreas e a proibição da supressão vegetal no local que especifica.

Se você é de fé (ou não dispensa um feriado) também vai gostar de saber que o PL 210/2017, de autoria de Paulo Siufi, tambem foi aprovado. Ele declara Nossa Senhora Aparecida como padroeira de Mato Grosso do Sul. Vamos agradecê-la e fechar o ano um pouco mais tranquilos sobre a nossa natureza.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Artigos relacionados

EXPRESSÕES DO PANTANAL Curiosidades sobre o Pantanal Músicas de MS que não podem faltar no karaokê A maior dolina da América do Sul 10 insetos encontrados na América do sul