Carregando…

Fazer uma trilha e acampar é uma das nossas maiores diversões. E, como bons Mateiros, temos que estar preparados com nosso Kit sobrevivência para qualquer surpresa ou inconveniente que possa acontecer.

Por isso, é importante garantir o seu kit de sobrevivência, que não precisa ser sofisticado, mas bem elaborado, com os itens essenciais que não podem faltar na sua aventura na natureza.

Então, bora aprender a montar nosso kit sobrevivência para acampamento e trilha?

Lista do Kit sobrevivência

1 – Ferramenta de corte

A ferramenta de corte é um coringa no kit sobrevivência para acampar.

Ela vai ajudar em muitas situações, como fazer fogo, montar o abrigo, conseguir comida, abrir uma trilha e é literalmente aqui a ferramenta número 1!

O ideal é uma faca full tend, aquela que a lâmina é inteiriça e muito difícil de quebrar.

Uma serra também é uma ferramenta complementar, como para cortar lenha.

Mas a gente sabe que um canivete não pode faltar para pequenos trabalhos manuais, além de ser compacto e fácil de levar.

2 – Fogo

Já falamos aqui desse item indispensável na mochila, a pederneira. O mais importante para o seu uso é conhecer alguns materiais inflamáveis que vão ajudar a iniciar o fogo,
como algodão com vaselina.

Claro que pode ser sempre bom ter um isqueiro por perto também para facilitar.

3 – Abrigo

Em caso de chuva e frio, é preciso se abrigar bem.

Pra não ficar à mercê do tempo, faça uma cobertura com lona.

Um saco aluminizado, que reflete a radiação infravermelha, prendendo mais o calor que um cobertor, é bastante efetivo para se esquentar numa noite fria.

Pra quem estiver com a grana curta, um saco de lixo grande pode ajudar também pra montar uma cobertura.

Existem tipos de abrigos que proporcionam mais conforto, como abrigos que se tornam rede, por exemplo.

4 – Água

Para garantir uma água limpa no rolê, é possível usar materiais para filtrar e purificar a água.

Ferver a água é um método eficiente, assim como a purificação química, com o uso de produtos como água sanitária, cloro ou lavador de salada.

Garantindo um uso mais rápido e prático, existem os filtros, que são simples de acoplar numa garrafa ou beber diretamente nele.

Para carregar a água, as opções envolvem o contêiner metálico, bem útil para ferver a água diretamente nele.

Para trilhas em que, ainda bem não é nosso caso, o lugar é muito frio, uma garrafa térmica é o ideal, né?

Se precisar de uma reidratação, leve um saquinho de sal e açúcar, para um soro, em casos mais extremos.

5 – Cordas

Um item de kit sobrevivência importante para abrigos e armadilhas são os diversos tipos de cordas.

Uma opção simples e eficiente é o fio-dental. A embalagem não atrapalha por ser pequena, cabe em qualquer bolsinho e é um ítem bem forte.

A linha de pesca e o fio encerado podem ser opções bastante resistentes também.

Para os mais preocupados em esquecer o fio depois de usar e poluir a natureza, o fio de juta é a melhor alternativa. Ele é biodegradável e bastante forte e resistente.


O paracord já é o queridinho dos aventureiros. Ele nada mais é que o cordame de paraquedas, que consiste em 7 fios, sendo fácil de dar nó e incrivelmente resistente.

Quem está disposto a investir um pouco mais, as cordinhas de kevlar são extremamente fortes, leves, finas e de alta resistência.

Para os mais tecnológicos, tem o apocalipse corde, que é um paracord em que dentro tem uma linha que é isca de fogo, outra que é um fio de náilon para pesca e um arame para armadilhas.

Outra opção mais moderna é a corda fosforescente, que é uma mão na roda no escuro. Além da utilidade como corda, é uma ótima ajuda para marcar caminho à noite, por exemplo.

6 – Primeiros-Socorros

Um dos itens mais importantes da lista do kit sobrevivência: a caixinha de primeiros-socorros.

Nela, tem que ter um item para cada situação possível de acontecer.

Antisséptico e atadura, para pequenos arranhões e machucados.

Antialérgico é sempre essencial numa situação onde se está exposto a picadas de animais ou uma planta desconhecida.

Remédio contra diarreia, pois nessa situação a desidratação acontece muito rápido.

Remédio para dor, todo tipo de dor.

Remédio para baixar a temperatura, em caso de febre.

Pinça para retirar ferrão ou espinho.

Protetor solar e repelente.

Que todos os itens estejam em uma embalagem impermeável, sempre à mão e bem sinalizado para ser fácil de encontrar.

7 – Iluminação

Mesmo numa trilha que seria rapidinha, como uma ida na cachoeira, é importante estar preparado para imprevistos, como o atraso e consequentemente a noite que chega.

Além da lanterna de mão, um item que salva vidas é a lanterna de cabeça, que não é muito forte, mas sua duração é bastante longa.

A combinação das duas é o ideal.

Se estiver em um momento de economia de bateria, garanta uma vela na mochila.

8 – Orientação

Prefira não utilizar a bússola-botão, que são mais suscetíveis à interferência de algum metal, como a faca.

No mais, garanta sua bússola para não ficar andando em círculos no meio da floresta.

Um item tecnológico que ajuda muito é o celular, em que podemos ter apps de bússola e o GPS.

A forma confiável ainda hoje é o aparelho de GPS.

9 – Sinalização de socorro

Se a coisa apertou, a forma mais comum para sinalizar socorro é fazer fumaça e fogo.

Durante o dia, a fumaça branca, jogando lenha verde na fogueira. E à noite, uma fogueira grande ou três fogueiras, para usar a luz do fogo para atrair o resgate.

Mas a dica básica é saber a sinalização de S.O.S, por meio de um apito ou luz, fazendo 3 ações curtas, 3 longas e 3 curtas.

As lanternas mais modernas têm pisca de S.O.S.

É bom ter ainda um espelho sinalizador de sobrevivência, para refletir a luz solar para as equipes de resgate identificar a sua posição.

Para chamar a atenção em caso de buscas, tenha um cobertor laranja e o estenda no chão. Ele vai se destacar na paisagem predominantemente verde.

Ter um aparelho de comunicação satelital é interessante, pois ele manda sua localização para o satélite, que já envia a informação para o resgate.

10 – Alimentação

Chá ou café instantâneo, que, mesmo não servindo como alimento, ajuda a se sentir melhor.

Garanta uma barra de proteína com alta caloria. As proteínas são utilizadas na produção de anticorpos, enzimas e hormônios, sendo indispensáveis para que o sistema imunológico funcione adequadamente.


Melhor ainda seria conseguir comida por perto. Por isso, um kit pesca é ótima alternativa.

Damos mais dicas para acampar preparado aqui!

Pra quem é adepto de gambiarras, clica aqui no post com dicas inusitadas pra facilitar ou não sua vida no mato.

Agora, conta pra gente nos comentários alguma experiência acampando ou perrengues que já passou por falta de alguma ferramenta desse kit sobrevivência.

A gente se vê pelas trilhas!

|

Oriente-se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…