Categorias
Experimente

Truques para driblar o calor sul-mato-grossense

Oi, Mateiro calorento.

Claro que você já tá acostumado com as altas temperaturas da nossa região.

E sabe bem como driblar um pouco o calor com o tereré e os destinos de ecoturismo, com cachoeiras e muito mato.

Porém, as perspectivas do verão não são nada animadoras.

Por isso, precisamos adotar medidas para lidar com as temperaturas altas que se apresentam no nosso cenário de deserto.

A tendência é de se aventurar pelas águas do Estado ou abusar do ar-condicionado, né?

Mas não é assim que faremos por aqui!

Pois uma característica dessa época é o aumento na conta de energia, com o uso de ventiladores, umidificadores de ar e outros tipos de climatizadores.

E, se para nós, o mormaço é horrível.

Da mesma forma é para o meio ambiente.

Pois a emissão de gases poluentes que partem desses aparelhos é ainda pior.

esfriar a cabeça, entrar numa cachoeira

Então, se liga na lista para alivia o bafo de dragão que paira sobre nossas cidades AND preservar nossa natureza.

Dicas para amenizar o calor

– Abuse das plantas na casa ou no escritório

Torne o ambiente mais agradável com plantas.

Elas contribuem com a limpeza do ar e ajudam na refrigeração do ambiente.

Pois “transpiram” água, por causa da constante troca de oxigênio e gás carbônico.

– Use algodão

Além de mais confortável, roupas de algodão permitem que o corpo transpire melhor.

Além disso, ele ainda evita aquele cheiro ruim que fica no tecido por conta do suor.

Em roupas de cama, também contribui para que o ar mantenha um fluxo dentro do quarto.

-Durma no chão

Aproveitando a dica das roupas de cama, você pode colocar o colchão mais próximo do chão.

Isso ajuda nesses dias mais quentes, pois a química não mente: o ar frio desce e o ar quente sobe.

Dormir em uma rede suspensa também é uma boa ideia.

Pois facilita a passagem de ar.

– Lâmpadas apenas fluorescentes

Há tempos, as lâmpadas incandescentes estão ultrapassadas no ponto de vista sustentável.

Em razão de as lâmpadas fluorescentes emitirem luz em forma de energia eletromagnética, a sua propagação de calor é menor.

Além da vantagem no bolso, ela ainda mantém a casa mais fresquinha, sem prejudicar o meio ambiente.

– Condicione o seu ar

A princípio, é muito atraente a ideia de deixar o ar-condicionado ligado o tempo todo.

Porém, ele é um dos grandes inimigos do meio ambiente – e do nosso bolso!

Dessa forma, pensando numa solução simples, use o ventilador com uma garrafa de água congelada bem à frente da grade.

Essa ação imita a função do aparelho de ar, sem emitir os gases de CFCs (clorofluorcarbonetos).

– Pinte o telhado de branco

Sem dúvida, as cores têm a capacidade de absorver ou inibir calor.

Dessa forma, elas podem reduzir a transmissão de radiação solar em um ambiente.

Atualmente, existem produtos que garantem que a reflexão do calor pode chegar até 90%.

– Banho frio

Já falamos aqui sobre as águas geladas dos nossos rios e nada pode ser melhor para esses dias quentes.

Infelizmente não dá para ficar de boa na lagoa o tempo todo, tem que ser banho gelado mesmo, nada de chuveiro no modo “verão”.

A água fria abaixa a temperatura corporal e retira o suor da pele.

– Lençóis no congelador

Maluquice? Pode ser!

Mas deixar os lençóis dentro no freezer, em uma bolsa plástica para não ficar com o cheiro de geladeira, pode ajudar no calor.

Não vai ficar fresquinho a noite inteira, mas ajuda a pegar no sono, tarefa bem difícil em dias muito quentes.

– Dica da vovó:

Umedeça toalhas e espalhe pelo quarto e faça compressas de gelo nos pulsos, pescoço e atrás dos joelhos.

– Desconecte-se

Provavelmente a mais difícil para alguns.

Mas calma vai dar tudo certo!

Aparelhos eletrônicos liberam calor, mesmo desligados.

Então, tirar da tomada os itens que puder vai ajudar a diminuir a quantidade de calor liberada e ainda economizar energia (porque não tá fácil pra ninguém, né?).

Para finalizar: hidrate-se!

Muita água e tereré nesses dias quentes!

E você tem algum truque eficaz contra o calor?

Compartilhe com a gente.


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *