Ecoturismo para idosos - Aquele Mato

Ecoturismo para idosos


Em razão do envelhecimento da população do Brasil, o ecoturismo para idosos ganha cada vez mais luz, com foco em experiências relaxantes e natureza acessível.

Afinal, as pessoas com mais de 60 anos desejam e merecem curtir a vida conhecendo novos lugares.

Além disso, o ecoturismo para a terceira idade é muito recomendado para quem busca saúde física e mental.

Bora entender o por quê!

Quais as vantagens do turismo para idosos

De antemão, a gente que ama o mato sabe que não há nada melhor para revigorar as energias do que estar em meio a paisagens naturais.

Além disso, viajar nos dá a oportunidade de conhecer e vivenciar outras culturas, expandindo ainda nossa rede de contatos e amigos, vivendo experiências enriquecedoras e compartilhando bons momentos.

Assim já podemos ver um benefício do turismo na terceira idade que é a socialização.

Inclusive, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) define o turismo para idosos como “aquele destinado à melhoria da qualidade de vida da terceira idade”.

Tanto que profissionais da saúde, como médicos geriátricos e psicólogos, são unânimes ao dizer que viajar faz bem pra saúde.

Entre os motivos estudados estão que fazer ecoturismo na terceira idade reduz o estresse, pois quebra a rotina e tira a pessoa das obrigações diárias, dedicando tempo a si mesmo.

Nesse contexto, ainda melhora o convívio com familiares.

Tendo em vista que, ao dedicar um tempo a si mesma, entrando em sintonia com as próprias necessidades. 

Dessa forma, a pessoa fica mais satisfeita e consegue fazer planos a médio e longo prazos, deixando os outros ao redor felizes também.

Com isso, a independência é potencializada, pois o idoso desenvolve a capacidade de resolver as questões que podem aparecer.

Assim, ele aumenta a confiança de que pode fazer as coisas com autonomia.

Do mesmo modo, as viagens na terceira idade beneficiam a saúde emocional.

Pois, ao melhorar a autonomia, o convívio familiar e a socialização, essas experiências fortalecem a autoestima e a autoconfiança.

Com todas essas vantagens, vêm a consequência de retardar o envelhecimento. 

Isso porque o ecoturismo para idosos cria novas memórias, estimula a atividade mental e incentiva a criatividade e o raciocínio ao mesmo tempo em que cuida da parte física.

Ou seja, melhora questões como força muscular, flexibilidade e mobilidade.

Incentivo para o ecoturismo para idosos

Como vemos, é essencial viajar na terceira idade.

Por outro lado, pesquisas já feitas têm resultados expressivos sobre o medo de estar sozinho, achar que não vai dar conta e sofrer violência ou algum tipo de desrespeito.

Inclusive, da mesma forma que mulheres que viajam sozinhas têm suas preocupações e cuidados específicos.

Por isso, os profissionais do turismo têm de estar preparados para receber esse público, assim como o espaço que vai acolhê-los.

Com isso em mente, os hotéis e pousadas estão se mostrando mais abertos e confiáveis para atender a essa demanda.

Assim, ter opções como atrativos fora de alta temporada, adaptar roteiros para eventuais limitações e oferecer alimentação inclusiva, de olho em questões de saúde são diferenciais para o público 60+.

Se você for um profissional que se atenta a isso e quiser divulgar o seu trabalho, entre em contato com a gente.

Finalizamos lembrando que o Governo Federal tem um programa que incentiva as viagens desse público.

O ecoturismo para idosos beneficia a todos os envolvidos, movimentando a economia e garantindo qualidade de vida à população acima dos 60 anos.

Agora o que a gente deseja é que o ecoturismo para idosos tenha cada vez mais investimento, e que você desfrute de viagens relaxantes e natureza acessível na terceira idade e aventure-se com tranquilidade. Pesquise o lugar que deseja, o local e reserve sua viagem.

A gente se vê nas trilhas.

Tchaaau!

Compartilhe

por

Publicado

em

Comentários

Deixe um comentário