Skip to content

Frio extremo provoca comportamento curioso em jacarés

Passando por um período de inverno bastante intenso, os Estados Unidos começam a congelar. Como mecanismo de sobrevivência, jacarés que habitam o parque de Shallotte River Swamp Park, em Ocean Isle Beach, na Carolina do Norte, adotaram uma nova prática para sobreviver no rio congelado.

Frio extremo provoca comportamento curioso em jacarés - Aquele Mato

Com focinhos fora d’água, jacarés tentam sobreviver

Nos meses de frio, os jacarés geralmente ficam dormindo no fundo da água e emergem uma vez ao dia para respirar.

Porém, com a superfície congelada, eles não sobreviveriam sem o ar. Por isso tiveram que se reinventar. A técnica usada pelos jacarés para enfrentarem as baixas temperaturas é conhecida como brumação, que é quando eles diminuem a temperatura corporal e o metabolismo para que possam sobreviver ao frio.

Para isso, os jacarés entraram na água quando ela ainda estava mais quente que o ar, se colocaram em uma posição de forma que o focinho ficasse para fora da água (nada confortável, tadinhos) e só esperaram que ela congelasse ao redor deles.

Quando as temperaturas voltam a subir e o gelo derrete, os animais começam a regular sua temperatura corporal.

George Howard é o gerente do parque na Carolina do Norte e capturou algumas imagens desse evento. Parecem pedras ou folhas na superfície do rio, mas são os focinhos dos bichin!