Cerecute - Qual é a cultura do povo Terena? - Aquele Mato

Cerecute – Qual é a cultura do povo Terena?


Entre os povos indígenas de Mato Grosso do Sul, o povo Terena se destaca na agricultura e na arte cerâmica.

Com essa habilidade na agricultura, as aldeias terena mais próximas das cidades abastecem as feiras com alimentos como arroz, feijão de corda, mandioca, maxixe e milho.

Já por meio da arte cerâmica, nós podemos conhecer melhor a cultura do povo Terena, que molda parte da cultura de MS e agrega renda ao povo.

Inclusive, a cerâmica dos Terena é tombada como patrimônio imaterial.

Conheça o Centro Referencial da Cultura Terena

Pra começar a falar sobre o o povo Terena, precisamos destacar o Centro Referencial da Cultura Terena (Cerecute).

Ele está localizado às margens da BR-262, em Miranda, o nosso Portal do Pantanal e uma das cidades mais antigas de Mato Grosso do Sul.

Além de ser roteiro em direção a Corumbá pela estrada parque, a cidade é destaque para quem deseja conhecer o artesanato indígena.

Principalmente, a cultura terena.

O Centro Referencial da Cultura Terena foi inaugurado em 2004, com o objetivo de resgatar a história do povo terena.

Assim, o povo preserva a memória histórico-cultural por meio das peças, que são confeccionadas em argilas de diferentes cores, barro, palha e tecelagem.

O local é usado especialmente para expor e vender o trabalho indígena produzido pelas aldeias terena de Miranda.

Porém, ele está interditado desde 2019, em razão das medidas preventivas para combate à pandemia do coronavírus.

Apesar da flexibilização das restrições, a Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas preferiu manter o centro fechado, em razão das condições precárias da estrutura.

Com a retomada das atividades de turismo, o prefeito Fábio Florença levou a demanda de reforma do prédio para Reinaldo Azambuja, então governador, e para Eduardo Riedel, então secretário de Infraestrutura.

Agora, o Governo do Estado investirá R$ 1,5 milhão na reforma do Centro Referencial da Cultura Terena.

Assim, a previsão é que a restauração seja feita até o dia 23 de junho de 2023.

O que é a arte terena?

A arte do povo Terena é parte do nosso patrimônio cultural, sendo um dos povos ceramistas de Mato Grosso do Sul.

A principal característica da arte cerâmica terena é o avermelhado polido e o grafismo com padrões da cultura, abstratos ou naturalistas.

cerâmica terena

Dessa forma, os grafismos têm basicamente um estilo tracejado, pontilhado, floral e ondulado.

Para o povo Terena, esses traços indicam a identidade da etnia e só podem ser mudados por quem tem autoridade para isso.

Ou seja, as ceramistas com conhecimento ritual e técnico desta atividade.

Não é à toa que falamos no feminino.

Pois a cerâmica é um trabalho predominantemente feminino. 

Essas mulheres coletam a argila em buracos que cavam no mato ou na beira de córregos e carregam em sacos ou bacias até as suas casas.

Depois, elas retiram o excesso, como galhos, pedras e folhas, para evitar rachaduras na cerâmica e não comprometer o resultado final da obra.

Assim, a argila é misturada aos restos de cerâmica que quebraram, denominados “tempero” ou catipé.

Em seguida, é só começar a dar forma ao barro.

Ao terminar a modelagem, a peça é colocada em local fresco e arejado por um dia, para ficar firme.

A seguir, as ceramistas do povo Terena cobrem a peça com o barro vermelho até atingir a coloração desejada e deixam no sol para secar.

Nesse ponto, é hora de polir a peça, momento de muito cuidado com a cerâmica.

Para finalizar, o barro branco é usado para fazer a decoração, e a peça está pronta para ir ao fogo.

Aqui, a queima pode ser feita em fogueira a céu aberto ou em fornos rudimentares.

Se for em fogueira, a ceramista faz um buraco no chão, usa barras de ferro como base para segurar a lenha e instala um suporte para colocar as peças.

Aí então é só colocar a madeira, acender o fogo e adicionar a peça.

Logo, a lenha se torna cinza e a peça estará exposta ao ar livre.

Depois, a peça é retirada da fogueira com uma taquara.

Nesse momento, a gente percebe um aspecto marrom-escuro na peça, mas ela vai clareando até adquirir a tonalidade avermelhada.

Assim, a gente vê como o artesanato do povo Terena, de fato, tem um papel significativo tanto na nossa cultura quanto na atividade econômica.

Pois é uma importante fonte de renda para as mulheres.

Em Campo Grande, você encontra os produtos desenvolvidos pelo povo Terena ao lado do Mercadão Municipal.

Vale a pena conhecer de perto e garantir a sua peça!

Além da arte, ainda temos muito a aprender sobre essa etnia, que tem características como educação, danças, religião e outros rituais.

Então, quer saber mais sobre o povo Terena ou qualquer outra etnia de Mato Grosso do Sul?

Deixe seu comentário que a gente traz mais curiosidades.

A gente se vê nas trilhas.

Tchaau!

Compartilhe

por

Publicado

em

Receba nossas notificações.

Comentários

Deixe um comentário