Turismo ecológico: consciência ambiental - Aquele Mato

Turismo ecológico: consciência ambiental


Também chamado de ecoturismo, o turismo ecológico vem na contramão das práticas agressivas de turismo, que geram graves prejuízos ao meio ambiente e à comunidade local.

Mas, afinal, o que é o turismo ecológico?

Logo de cara, a gente pode dizer que é o turismo preocupado com a conservação do patrimônio natural.

Pois o ecoturismo tem o objetivo de promover a consciência ambiental, com atividades planejadas para não deixar impacto na fauna e flora local.

Assim, o turismo ecológico tenta evitar ao máximo a construção de grandes infraestruturas, o aumento da poluição, o desmatamento e o comprometimento da vida de animais.

A partir deste conceito, ao falar em ecoturismo, a gente entende que é a busca de uma relação sustentável com a natureza.

Dessa forma, quem ama viajar, como a gente, consegue visitar lugares interagindo com a cultura local e conhecer as belezas naturais ainda preservadas.

Ou seja, a proposta do turismo ecológico não se trata apenas de diversão.

Mas de proporcionar passeios de imersão com a natureza como ela é, tentando preservá-la ao máximo.

Em outras palavras, é possível mergulhar em águas cristalinas, flutuar por rios repletos de cardumes e plantas, percorrer trilhas em meio à vegetação intocada e visitar grutas escondidas.

A cidade de Bonito é destino de turismo ecológico em Mato Grosso do Sul
Bonito é destino do ecoturismo em que é possível praticar caminhada, ciclismo, cavalgada, acampamento, escalada e rapel.

Qual é a importância do turismo ecológico?

O turismo ecológico é uma modalidade de turismo que sempre procura valorizar questões ambientais, culturais, sociais e econômicas na área em que é realizado.

Com tudo bem planejado e executado, o turismo ecológico pode oferecer muitos benefícios:

– geração de emprego,
– valorização cultural,
– conservação do meio ambiente
– e até recuperação da autoestima da população.

É possível explicar o turismo ecológico como atividades turísticas que têm como base uma relação saudável com a natureza.

Antes de mais nada, sua principal ideia é eliminar os impactos do turismo de massa e ainda oferecer benefícios às áreas em que são praticadas.

Com o turismo se tornando uma das atividades mais importantes para a economia brasileira, é necessário investir em políticas públicas para a conservação da natureza acompanhada da educação ambiental.

Vale lembrar que não é preciso estar necessariamente em uma reserva para fazer turismo ecológico, respeitando e conservando a natureza.

Não só no turismo ecológico o turista deve respeitar os lugares por onde viaja e passeia, mas em qualquer lugar em que esteja.

Até mesmo em uma metrópole é necessário ter respeito, pois grandes cidades também possuem parques, praias e natureza.

Assim como os seus habitantes, a cultura do lugar e tudo mais deve ser respeitado e conservado.

Tendo em vista que as expectativas para 2023 é viajar muito, vamos lembrar de ir atrás de cidades e passeios que levam esse assunto a sério.

Até para que a gente faça parte da preservação de tantas belezas para o futuro.

Como por aqui, a cidade de Bonito é um exemplo de sucesso;

No início de dezembro de 2022, a cidade ganhou certificado como o primeiro destino do mundo em carbono neutro.

No dia 1º de março comemora-se o Dia do Turismo Ecológico, com o objetivo de alertar sobre a importância do cuidado com a natureza, pelo governo, moradores e visitantes de todos os lugares.

Compartilhe e espalhe a semente da consciência para todos.

A gente se vê nas trilhas.

Lembrando de recolher seu lixo e não deixar nada para trás, apenas pegadas.

Tchauuu!


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Compartilhe

por

Publicado

em

,

Receba nossas notificações.

Comentários

Deixe um comentário