Skip to content

Receitas com frutas do cerrado

Oláá! Hoje separamos algumas receitas com frutas do cerrado.

Assim, todo Mateiro pode aproveitar tudo que nossa terrinha tem de bom.

Uma vez que já falamos como as frutas do cerrado são excelentes alimentos para imunidade, bora diversificar a forma de consumi-las, com umas receitinhas.

Inclusive, as ideias são bem simples.

Ou seja, tudo fica fácil pra todo mundo pôr a mão na massa sem desculpas.

Enfim, preparados?!

Então, você já pode pegar o caderninho ou separar o bloco de notas rsrs

5 receitas fáceis pra diversificar o cardápio

CREME DE PEQUI

Com certeza, essa é a cara da nossa região!

Pra começar, porque esse creme é perfeito pra acompanhar pamonha ou mandioca frita. Hmmm

  • 100g de polpa de pequi
  • 50 gramas de creme de leite
  • 10g de azeite de oliva
  • ½ pimenta dedo-de-moça sem sementes

Claro, sal a gosto.

Depois, é só bater todos os ingredientes no liquidificador e acrescentar o azeite em fio.

Receita da chef Mara Alcamim.

Sempre que rolar aquele churrasco, ele pode ser um item ilustre!

COOKIE DE BABAÇU

A princípio, vamos falar do cookie.

Mas o babaçu é usado das mais variadas formas na cozinha.

Inclusive, ele agrada a todos os gostos. 

Por enquanto, vamos focar no cookie rsrs

  • 240g de óleo de babaçu
  • 180g de açúcar refinado
  • 180g de açúcar mascavo
  • 400g de mesocarpo de babaçu
  • 1g de bicarbonato de sódio
  • 5ml de água filtrada
  • 2 ovos
  • 40g de nibs de cacau
  • 300g de gota de chocolate forneável

Primeiro, bata o óleo e os açúcares até obter uma pasta homogênea e cremosa.

Depois, adicione o mesocarpo de babaçu, o bicarbonato, a água e os nibs.

Daí, misture bem.

Agora, adicione os ovos, um a um.

Nesse momento, deixe descansar por 10 minutos.

Depois, molde os cookies e acrescente as gotas de chocolate.

Assim, asse sobre o papel-manteiga a 170°, por 8 minutos.

Receita da chef Paty Moryta.

PÃO DE JATOBÁ

Raramente a gente pensa em sabores diferentes para o tão querido pãozinho, né?

Mas esta dica pode fazer você querer explorar mais essa delícia!

Sobretudo que a iguaria pode ser consumida durante todo o dia.

  • 400g de farinha de trigo
  • 70g de farinha de jatobá
  • 30g de farinha de trigo integral
  • 150g de fermento natural para pães
  • 328g de água
  • 12g de sal

Pra começar, misture os ingredientes e deixe os descansar por 1h.

Depois, sove a massa e faça dobras a cada 30 minutos.

Do mesmo modo, repita 4 vezes.

Assim, modele o pão na última dobra.

Faça o corte com uma faca afiada.

Depois, leve ao forno em temperatura elevada até dourar.

Receita da chef Ieda de Matos.

PUDIM DE BURITI

Antes de tudo, até quem não é fã

Primeiramente prepare a polpa de buriti.

  • 300g de raspas de buriti
  • 600g de água

Logo, hidrate o buriti por 12 h.

Depois, é só processar e peneirar.

Agora vamos ao pudim.

  • 1 lata de leite condensado
  • 2x a medida de polpa de buriti
  • 4 ovos
  • 3 gotas de extrato de baunilha
  • 200g de açúcar para o caramelo

Assim, bata todos os ingredientes no liquidificador.

Depois, coloque numa forma com o caramelo no fundo.

Pra finalizar, asse em banho-maria e em fogo médio.

Receita do chef Francisco Ansiliero

CREME DE CASTANHA DE BARU

Por fim, mais um creme que surpreende!

  • 500g de castanha de baru sem casca
  • 200g de chocolate 60%
  • 40g de óleo vegetal
  • 5g de extrato de baunilha

Inicialmente, processe a castanha de baru com o óleo vegetal.

Depois, adicione o chocolate derretido e o extrato de baunilha.

Novamente, processe até que fique liso e homogêneo.

Assim, guarde em um vidro com tampa e mantenha na geladeira.

Receita da chef Ana Paula Jacques.

Em resumo, parece tudo delicioso, sim ou com certeza?

Desde que descobrimos esses sabores, estamos sempre em busca de frutas para enriquecer nosso cardápio.

Enfim, se você conhece mais receitas com frutas do cerrado, bora compartilhar!

Então, é só contar pra gente nos comentários.

A gente se vê!

Tchaau!


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

Gente boa é a capivara A terra do ET BILU O Baratão de Corumbá Peixes do Pantanal Urutau – Mãe-da-lua