Skip to content

Será que é picanha mesmo? Saiba reconhecer!

Nem todo mundo sabe como reconhecer a picanha na hora de comprar a carne para o churrasco, né?

Conforme os especialistas no assunto, um pedaço de qualidade e bom para o consumo deve ser pequeno, triangular e com a camada de gordura grossa, que garante uma carne mais macia.

Será que é picanha mesmo? Saiba reconhecer! - Aquele Mato

Porém, qualquer peça cortada da mesma forma pode parecer uma picanha para aqueles que não conhecem muito bem os tipos de carne.

Por isso, é importante saber o aspecto da carne que você vai comprar.

Dicas para reconhecer a picanha

A fim de enganar alguns consumidores mais desatentos, alguns açougueiros malandros e cheios de truques vendem outros tipos de carne como se fossem picanha.

Então, como descobrir se a carne que você comprou é realmente picanha?

Vamos a algumas dicas!

A “divisa” entre a picanha e o coxão duro está localizada na “terceira veia”, das três artérias presentes na picanha.

Para identificar, coloque a peça de carne com a gordura voltada para baixo e procure pequenas aberturas (por onde geralmente escorre sangue quando comprimidas):

Uma das veias está próxima à ponta (parte mais fina da peça), outra no meio e uma terceira mais acima, na parte mais larga.

Nessa parte mais larga está a terceira e última veia e é onde termina o pedaço de picanha.

Depois disso, a carne passa a ser coxão duro, de qualidade muito inferior.

Uma indicação de diferença entre os tipos de carne é que a picanha é plana, não tem ressalto, então quando chega no “morro” da carne já se trata de coxão duro.

É fácil perceber a diferença também porque a fibra do coxão duro é mais aberta, dando pra ver bem o sentido dela.

Já a fibra da picanha é mais justa e firme.

Em outros pedaços de carne, como o alcatra ou coxão duro, a gordura se solta com facilidade da carne, o que não acontece com a picanha.

Ah e o quilo também é uma questão recorrente, né?

Boatos dizem que picanha sempre tem até 1kg.

Mas, na verdade, não podemos basear a carne em um peso, pois isso varia de gado para gado, conforme o seu tamanho.

Dito isso, a gente sabe que não importa o tamanho, mas, sim, o sabor que ela proporciona.

Pronto, agora você não vai se deixar enganar e o churrasco vai ter o sabor da verdadeira picanha!

Lembre-se: o gosto da carne também pode mudar, dependendo do lugar em que você compra. Dê preferência ao bom produtor!


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.