Skip to content

O bioma pantaneiro possui os mais diversos peixes possíveis, tornando a região abundante e uma ótima opção em termos de pesca. Mas você sabe dizer qual é o maior peixe do Pantanal?

Já citamos essa espécie aqui, falando de algumas das riquezas que existem embaixo das nossas águas.

Sem mais delongas, vamos ao nosso destaque submerso.

O maior peixe do Pantanal é…

Atingindo até dois metros de comprimento e chegando a pesar mais de 160 quilos, o jaú (Paulicea luetkeni) é o peixe que recebe o título de maior peixe do Pantanal.

Além disso, ele também está entre os maiores do Brasil.

Seu tamanho mínimo é de 95 cm.

Características do jaú

Com um corpo robusto, curto e grosso, cabeça larga e achatada, o jaú é um dos maiores peixes de água doce dos rios sul-americanos.

O maior peixe do Pantanal

Ele é um peixe liso e escuro, cinza-claro a castanho, com numerosas pintas indistintas espalhadas pelo corpo, às vezes unidas, formando manchas maiores.

Inclusive, o jaú tem margem das nadadeiras, especialmente da caudal, com listras estreitas, transversais, sinuosas.

Além disso, a fêmea do jaú pode ter até 70 kg e apresenta ovários com 4 kg, com mais de 3,5 milhões de óvulos.

Ao mesmo tempo, ele tem a boca grande e barbilhões longos e achatados, e seus dentes são como uma lixa, sendo sua principal alimentação à base de o utros peixes, principalmente o minhocoçu.

Às vezes, sua estratégia de caça é se esconder nos poços criados pelas cascatas, à espreita dos outros peixes que sobem os rios para a desova, atacando-os.

Em conclusão, ele vive em rios com intensa corrente, mas se esconde em pedreiras submersas, permanecendo em locais de águas funda e paradas ou logo abaixo das corredeiras, principalmente à noite.

É uma espécie de carne branca muito saborosa, que traz alegria a quem tem a sorte de capturá-la.

Aos pescadores, uma dica: é muito importante o uso de iscas naturais, como peixes pequenos, e também que a isca fique no fundo do rio.

Porém, é cada vez mais raro conseguir encontrá-lo, em razão do assoreamento, da urbanização e degradação dos leitos de rios, que dificultam o desenvolvimento desses animais.

Outros peixes que se destacam pelo tamanho no Pantanal são o pintado e o dourado, que podem chegar a 1,50m.


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Artigos relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

One thought on"Jaú! Conheça o maior peixe do Pantanal"

Jaú

Jaú! Conheça o maior peixe do Pantanal

O bioma pantaneiro possui os mais diversos peixes possíveis, tornando a região abundante e uma ótima opção em termos de pesca. Mas você sabe dizer qual é o maior peixe do Pantanal?

Já citamos essa espécie aqui, falando de algumas das riquezas que existem embaixo das nossas águas.

Sem mais delongas, vamos ao nosso destaque submerso.

O maior peixe do Pantanal é…

Atingindo até dois metros de comprimento e chegando a pesar mais de 160 quilos, o jaú (Paulicea luetkeni) é o peixe que recebe o título de maior peixe do Pantanal.

Além disso, ele também está entre os maiores do Brasil.

Seu tamanho mínimo é de 95 cm.

Características do jaú

Com um corpo robusto, curto e grosso, cabeça larga e achatada, o jaú é um dos maiores peixes de água doce dos rios sul-americanos.

O maior peixe do Pantanal

Ele é um peixe liso e escuro, cinza-claro a castanho, com numerosas pintas indistintas espalhadas pelo corpo, às vezes unidas, formando manchas maiores.

Inclusive, o jaú tem margem das nadadeiras, especialmente da caudal, com listras estreitas, transversais, sinuosas.

Além disso, a fêmea do jaú pode ter até 70 kg e apresenta ovários com 4 kg, com mais de 3,5 milhões de óvulos.

Ao mesmo tempo, ele tem a boca grande e barbilhões longos e achatados, e seus dentes são como uma lixa, sendo sua principal alimentação à base de o utros peixes, principalmente o minhocoçu.

Às vezes, sua estratégia de caça é se esconder nos poços criados pelas cascatas, à espreita dos outros peixes que sobem os rios para a desova, atacando-os.

Em conclusão, ele vive em rios com intensa corrente, mas se esconde em pedreiras submersas, permanecendo em locais de águas funda e paradas ou logo abaixo das corredeiras, principalmente à noite.

É uma espécie de carne branca muito saborosa, que traz alegria a quem tem a sorte de capturá-la.

Aos pescadores, uma dica: é muito importante o uso de iscas naturais, como peixes pequenos, e também que a isca fique no fundo do rio.

Porém, é cada vez mais raro conseguir encontrá-lo, em razão do assoreamento, da urbanização e degradação dos leitos de rios, que dificultam o desenvolvimento desses animais.

Outros peixes que se destacam pelo tamanho no Pantanal são o pintado e o dourado, que podem chegar a 1,50m.


APOIE AQUELE MATO

Se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo e nos ver florescer, colabore com o nosso trabalho PicPay ou pelo Apoia-se.

Os recursos são usados para a manutenção do blog e para manter o acesso gratuito a todos.

Aquele Mato

Somos a Lua e o Diogo. Dois sul-mato-grossenses que criaram este espaço pra falar do nosso amor pelo Estado e mergulhar na nossa cultura. Queríamos um lugar não só para os amantes da natureza e das nossas belezas, mas também para quem se interessa pela história e quer ler, pensar e trocar experiências vividas por aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

*

One thought on"Jaú! Conheça o maior peixe do Pantanal"

Artigos relacionados

ARTE DE INDÍGENAS DE MS EXPRESSÕES DO PANTANAL Curiosidades sobre o Pantanal Músicas de MS que não podem faltar no karaokê A maior dolina da América do Sul